A Pequena Semente do Tempo no Sesc Santo André

0
182

A Pequena Semente do Tempo

Crédito: Marcela Sampaio

A Cia. Navega Jangada mistura contação de histórias com teatro
de sombras e bonecos em seu novo trabalho, o infantil “A
Pequena Semente do Tempo”, que estreia no Sesc Santo André em
11 de junho, às 12h. A temporada segue até 23 de julho, com
sessões aos domingos nesse mesmo horário (exceto no dia 25 de
junho). Os ingressos custam de R$5 a R$17.

Com texto e direção de Talita Cabral, fundadora da trupe, a
montagem mostra a brincalhona, arteira e curiosa Julieta, uma
rapariga de 7 anos que adora ouvir as histórias de seu avô Nono.
Ele é bastante sábio e mantém um bom relacionamento com seu
velho camarada‘tempo’.

Juntos, os personagens abrem as janelas da imaginação e
embarcam no universo mágico das histórias, que são contadas
pelo grupo por meio da manipulação de objetos, roupas, tecidos
e mamulengos (bonecos tradicionais da cultura popular
nordestina), feitos pelo ‘Palhaçada Ateliê’ principalmente para
a peça.

Outros recursos usados para dar mais viveza às narrativas
são as sombras criadas pelo artista Zé Valdir, que também
assina os adereços e a cenografia, e as canções originais de
Malu Borges e Rodrigo Regis (que compõe o elenco ao lado de
Talita Cabral).

NAVEGA JANGADA

A Cia. Navega Jangada de Teatro foi criada em 2008, pela atriz
e diretora Talita Cabral, que já desenvolvia um trabalho de
pesquisa sobre a cultura popular, a corporalidade dos atores, o
teatro de animação, a linguagem não verbal, os clowns, a
manipulação de bonecos, o circo e a música uma vez que forma de
narrativa.

O espetáculo que marcou a estreia da trupe foi “Nas terras de
Kublai Khan”, que cumpriu temporada no Sesc Santos. A partir
desse momento, o grupo desenvolve um longo repertório de peças,
intervenções urbanas e contações de histórias, geralmente
apresentadas em unidades do Sesc, Sesi, Casas de Cultura e
ONGs.

Um dos trabalhos mais recentes da companhia – ainda em
circulação –  é “Temos Vagas”, que explora comicamente
vários números circenses clássicos. Outras montagens do
repertório da trupe são “Balonário – o balão do imaginário”,
“Arreliando – homenagem ao riso”, “História de Brinquedo” e “O
Balão de Zé e Zeza”.

FICHA TÉCNICA

Criação: Talita Cabral e Rodrigo Regis

Texto e direção: Talita Cabral

Elenco: Talita Cabral e Rodrigo Regis

Músicas: Rodrigo Regis

Canção “Roda do Tempo”: Malu Borges

Preparação (teatro de sombras): Zé Valdir

Cenário e adereços: Zé Valdir

Bonecos:Palhassada Ateliê

Sombras: Zé Valdir

Figurinos: Nagila Sanches

Concepção e operação de luz: Danilo Mora

Sonoplasta: Marcela Sampaio

A PEQUENA SEMENTE DO TEMPO, DA CIA. NAVEGA JANGADA

Quando:11/6 a 23/7, aos domingos, às 12h (exceto 25/6)

Sítio: Teatro

Ingressos:R$ 17,00 (inteira), R$ 8,50 (emérito, pessoa com
60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor
de escola pública com comprovante), R$ 5,00 (trabalhador do
comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc 
e dependentes).Grátis para crianças com até 12 anos, mediante a
retirada de ingresso na bilheteria.

Classificação: Livre

Duração: 50 minutos

Sesc Santo André: Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar – Santo
André

A Pequena Semente do Tempo no Sesc Santo André
Avalie esta notícia