Acusado de balear vereador Willians Bezerra tem prisão temporária decretada

Avalie a Matéria

A Justiça expediu ontem mandado de prisão temporária, a pedido da Polícia Civil, contra Rafael Aparecido Costa, conhecido como Japa, principal suspeito da tentativa de homicídio contra o vereador Willians Bezerra (PT), de Santo André. O petista foi baleado na madrugada de sábado após suposta discussão nas proximidades de um bar no Jardim Santa Cristina. A solicitação partiu do 4º DP (Jardim), que investiga o caso. O suspeito ainda não havia sido localizado até o fechamento desta edição. A preventiva, inicialmente, tem prazo de cinco dias.
Willians teria reconhecido Japa no momento do episódio. Os elementos do procedimento policial “evidenciam a plena necessidade de custódia cautelar do acusado, que, importante ressaltar, fora apontado e reconhecido pela vítima”. O texto cita que ainda são frágeis os elementos incriminadores para além da temporária. Frisa que a autoridade policial cuidará de diligenciar não apenas o suspeito, bem como proceder à oitiva outras pessoas que tenham presenciado os fatos e as que tenham socorrido o petista.

ESTADO DE SAÚDE
A Prefeitura afirmou que Willians recebeu ontem alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do CHM (Centro Hospitalar Municipal), onde passou por cirurgia para retirada de uma das balas, que perfurou o tórax. Com a evolução clínica, ele foi transferido para a ala da enfermaria e seu quadro, segundo informações do Paço, é estável. “O paciente encontra-se consciente e respirando sem auxílio de aparelhos”. Por cautela, o quarto do petista está protegido por escolta de dois agentes da GCM (Guarda Civil Municipal). (Colaborou Daniel Macário) 

Veja aqui onde pode realizar o Exame de Eletroneuromiografia em SP.