Adeus, roxinho? Nubank pode estar com os dias contados no Brasil

0
171

Um dos cartões mais amados e respeitados da geração pode estar perto no término, devido as mudanças nas regras de crédito do governo brasílio. A Nubank foi fundada em 2013, e trouxe um cartão com um concepção genial, observando a onipresença da tecnologia.

O famoso cartão ‘roxinho’ dispensa toda burocracia e anuidade, trabalhando diretamente com um aplicativo em dispositivos móveis. Em manente desenvolvimento, a equipe segue trabalhando arduamente em prol de oferecer a melhor experiência para os consumidores, além de continuar consolidando o nome do roxinho frente a todos os rivais.

Ainda no último mês, o Nubank iniciou programa de descontos para quem antecipar os pagamentos, além do esperado programa de fidelidade.

Mas os especialistas estão receosos com o caminho que a Nubank segue, afirmando veemente que o padrão implementado pela startup é insustentável, o que pode valer um adeus iminente. Ainda condizente com as últimas publicações, esta semana o nome do Nubank vem à tona novamente, com uma informação que pode preocupar os fãs.

A cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira, afirma que a redução do prazo de tempo para o repasse de pagamentos aos lojistas pode levar ao fechamento das portas do Nubank. Esta mudança faz segmento de um pacote econômico do governo federalista em prol da economia no Brasil.

O novo padrão anunciado, faz com que as operadoras de cartão de crédito tenham exclusivamente dois dias para realizar o pagamento das transações aos lojistas, prazo levante que atualmente é de 30 dias. Leste concepção tem intuito de impulsionar a economia no país, clar, além de isso aumentar a liquidez para os comerciantes, o que também pode aproximar a regulamentação ao que é implementado em outros países, porquê por exemplo, os Estados Unidos, que também trabalha com o prazo de dois dias.

Adeus, roxinho? Nubank pode estar com os dias contados no Brasil
Adeus, roxinho? Nubank pode estar com os dias contados no Brasil

A grande questão, no entanto, é que na medida que os lojistas comemoram o novo paradigma, para empresas de cartões isso pode indicar a saída do mercado.

Cristina ressalta que esta mudança aumenta os custos para as companhias do segmento, e as startups, sem incerteza serão as mais afetadas no término. As novas medidas de crédito devem ser anunciadas já nesta terça-feira (20), pelo presidente do Banco Mediano, e caso o padrão seja oficializado, a situação pode permanecer muito delicada para Nubank.

Em nota oficial, a empresa (startup) finalizada o raciocínio na forma que se o prazo fosse reduzido para 15 dias, ainda poderiam planejar um novo caminho para as operações, porém, com dois dias é inviável.

Adeus, roxinho? Nubank pode estar com os dias contados no Brasil
Avalie esta notícia