Moeda Verde: Programa é Destaque em Reportagem Internacional

O Programa Andreense, Moeda Verde é destaque em reportagem da maior rede de notícias internacionais da China

Moeda Verde: Programa é Destaque em Reportagem Internacional: Moeda Verde é destaque em reportagem da maior rede de notícias internacionais da China. Programa andreense superou a marca das 300 toneladas de resíduos entregues pela população neste mês.

Moeda Verde: Programa é Destaque em Reportagem Internacional

O Programa já conhecido no Grande ABC Paulista, mas precisamente no município de Santo André.

Sim estamos Falando do Programa Moeda Verde, iniciativa do SEMASA – Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André, e também  da Prefeitura Municipal de Santo André, por meio do Fundo Social de Solidariedade, foi reconhecido internacionalmente e ganhou destaque em reportagem da maior rede de notícias internacionais da China, a CGTN America.

A matéria foi ar no canal do YouTube da emissora nesta quarta-feira (29) e está disponível em http://bit.ly/MoedaVerdeCGTN.

A equipe da CGTN acompanhou uma das trocas no Núcleo Tamarutaca e, além de conversar com a população, entrevistou o prefeito Paulo Serra e mostrou o trabalho das cooperativas de reciclagem, responsáveis pela triagem do material que chega das trocas do Moeda Verde e que, após a venda, vira renda para as famílias dos cooperados.

Programa Moema Verde do Município de Santo André: Nestes dois anos o moeda verde além de demonstrar na prática os benefícios da reciclagem, também transformou a vida de diversas famílias com a distribuição de mais de 45 toneladas de alimentos do nosso Banco de Alimentos. É uma alegria acompanhar a evolução deste projeto que serviu, inclusive, de exemplo para implementação em outros municípios”, afirmou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Santo André, Ana Carolina Barreto Serra.

Entrevista do prefeito Paulo Serra

Ainda neste mês, a Phoenix TV, uma rede de televisão de Hong Kong, esteve na cidade para acompanhar o programa, desta vez no Núcleo Capuava, o campeão das trocas. A reportagem da Phoenix TV ainda não foi exibida.

300 toneladas de resíduos recicláveis – Janeiro também trouxe outras duas Conquistas Positivas para o Moeda Verde. A primeira troca de 2020, no Núcleo Capuava, quebrou o recorde das trocas, com quase 4 toneladas de resíduos entregues; e também foi superada a marca das 300 toneladas de resíduos recicláveis entregues pelos moradores. Em troca, já foram distribuídas mais de 60 toneladas de frutas, legumes e hortaliças.

“A população tem ampliado cada vez mais a participação nas trocas do Moeda Verde, criando hábitos sustentáveis e fortalecendo cada dia mais a iniciativa. Por onde passamos, vemos o sentimento de agradecimento dos moradores”, comemora o superintendente do Semasa, Almir Cicote.

Moeda Verde já serviu de inspiração

O Moeda Verde já serviu de inspiração para outras cidades do país que vieram conhecer o modelo adotado na cidade, como Amparo, Volta Redonda, Mauá, Itapetininga, Capanema e a própria capital paulista.

Além disso, a partir do Moeda Verde também foram inauguradas duas Estações de Coleta – Utinga e Jardim Irene – e mais uma (Tamarutaca) deverá ser entregue até o final deste ano.

Em outubro, o Semasa finalizou a terceira fase de expansão do programa com a chegada ao Núcleo Missionários (no Jardim Santo André), totalizando 70 mil pessoas sendo beneficiadas direta e indiretamente pelas ações do Moeda Verde.

O programa tem um site especial que traz toda a programação das trocas para que a população possa acompanhar www.semasa.sp.gov.br/moedaverde.

Texto: Paloma Alvarez
imprensa@semasa.sp.gov.br / 4433-9659
Fotos: Helber Aggio/PSA

Alimentação e limpeza – Além de beneficiar diretamente famílias com alimentação mais saudável, combatendo a fome e a miséria, o Moeda Verde reflete positivamente na vida de toda comunidade porque reduz a quantidade de resíduos descartados pelas vias, deixando a comunidade mais limpa. Outro avanço levado pelo programa é a diminuição do tamanho e até mesmo a extinção completa dos pontos de descarte irregular, que frequentemente são vizinhos dos núcleos.

Foi o aconteceu nos núcleos Ciganos e Capuava, que tinham o primeiro e o segundo piores pontos irregulares na cidade. No Ciganos, o local foi transformado em estacionamento para a comunidade. No Capuava, onde o ponto ficava na avenida dos Estados, além de estacionamento, o local recebeu também uma pequena praça.

A divulgação do projeto Moeda Verde também ajuda indiretamente a mobilizar os demais moradores da cidade, que ficam mais estimulados a fazer a separação de secos e úmidos. Este reflexo tem sido o observado pelas cooperativas de reciclagem que atuam em Santo André, que já percebem que os resíduos recolhidos pelos caminhões de coleta de secos chegam para a triagem com uma quantidade menor de rejeito.

“O que era vergonha está virando orgulho. A vergonha de ter um lugar sujo nas comunidades, com cara de abandono, vira orgulho, porque a comunidade se conscientiza, leva para casa o alimento, mas o mais importante é conscientização e a transformação desses espaços que antes eram ponto de acúmulo de resíduos”, disse o prefeito.

Mais Informações sobre o Moema Verde na Internet
Moeda VerdePrograma Moeda Verde