Abctudo 2024
Abctudo 2024
InícioNegóciosAdvogadosAposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a...

Aposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a nova Previdência

Aposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a nova Previdência : Aposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a nova Previdência. A aposentadoria integral por tempo de contribuição

Aposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a nova Previdência

Aposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a nova Previdência. A aposentadoria integral por tempo de contribuição com a regra 86/96 também deixou de valer a partir da reforma da Previdência.

Com isso, benefícios de trabalhadores que se aposentarem com períodos de contribuição de 30 anos (mulheres) e 35 anos (homens) passam a receber 90% das suas médias salarias e não mais 100%, mesmo que a soma das suas idades e dos tempos de pagamentos atinja a pontuação exigida na regra antiga. (CC)

Aposentadoria e pensão podem cair mais de 40% com a reforma

As novas regras da Previdência poderão reduzir quase pela metade alguns benefícios cujo direito for adquirido a partir da reforma, que passou a valer na última quarta-feira (15).

Para as aposentadorias por incapacidade permanente ou por exercício de atividade com grau médio de risco à saúde, a renda mensal cai de 100% para 60% da média salarial, caso sejam concedidas a beneficiários com até 20 anos de contribuição ao INSS.

O redutor de 40% também será aplicado às pensões por morte pagas a viúvas ou viúvos sem filhos menores de 21 anos.

A aposentadoria por idade de segurados que a requisitarem tendo cumprido a carência de 15 anos de contribuição cai de 85% para 60% da média salarial.

O achatamento dos valores pagos a novos aposentados é resultado da introdução da regra geral de cálculo da reforma: as aposentadorias passam a ter um valor de partida de 60% da média salarial e recebem o acréscimo de 2% para cada ano a mais de contribuição –esse critério varia conforme o tipo de benefício ou o perfil do segurado.

No caso da pensão por morte, a base é de 50% do benefício ao qual o segurado que morreu recebia ou teria direito. O valor aumenta em 10% por dependente até o limite de 100%.

Pensão
A nova regra da pensão fará com que, por exemplo, viúvos sem filhos recebam 60% da aposentadoria à qual o cônjuge teria direito.
A diminuição real da renda, porém, poderá ser ainda maior se o beneficiário teve variações salariais desde o mês de julho de 1994.
Isso ocorrerá porque a própria média salarial ficará menor com o fim do descarte de 20% das contribuições de menor valor.

The post Aposentadoria e pensão do INSS podem cair mais de 40% com a nova Previdência


OPINIÃO

ABCTudo Paulista

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interação de fatos e dados.
** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do ABCTudo/IT9.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Crie seu WebSite com quem tem Experiencia

Clique no botão ao lado e conheça a iT9 Marketing

Lugares para Viajar

Uber e Trombose: O Perigo Invisível Ronda Motoristas de App

Uber e Trombose: Imagine passar horas ao volante, buscando sustento para sua família, sem saber que um perigo silencioso se esconde nas sombras da...

Leia também

Lacre x Latinha: O Mito do Alumínio e a Reciclagem em Sto André

Lacre x Latinha, quem tem mais alumínio? Desvendando o mito e a importância da reciclagem em Santo AndréSanto André, minha cidade, meu lar... e também palco de um mito que me intrigou por anos e, como descobri, intriga muita...

Seus Direitos em Estacionamentos: Guia Completo 2024

Seus Direitos em Estacionamentos: A Lei da Tolerância e as Novidades de 2024 que Você Precisa Saber!Já sentiu aquela fúria ao voltar para o carro e encontrar um aviso de cobrança por ter passado alguns minutinhos do tempo no...

Aumento do Consumo de Podcasts se Destaca a Cada Ano

Em crescimento desde o seu surgimento, na década de 1990, o podcast tem atraído a atenção mundial por estar se tornando uma das principais mídias, com estudos e pesquisas indicando um aumento na casa dos 20% em 2024, o que vem se repetindo nos últimos anos no Brasil.

Publique sua notícia no ABCTudo

Tenha seu artigo publicado. Estudante de Jornalismo? Entre em contato