Bebê Guilherme é transferido para passar por cirurgia no Incor

0
150

Frontispício do Hospital da Mulher de
Santo André, onde paciente estava internado

Crédito: Júlio Bastos/PSA

O bebê Guilherme, que estava internado no Hospital da Mulher
Maria José dos Santos Stein, em Santo André, e aguardava vaga
para passar por cirurgia de subida dificuldade no coração, foi
transferido nesta terça-feira (13) para o Incor (Instituto do
Coração) do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

O paciente foi levado em uma ambulância do SAMU (Serviço de
Atendimento Móvel de Urgência) equipada com UTI (Unidade de
Terapia Intensiva) e deixou o Hospital da Mulher por volta de
12h30, escoltado da mãe.

Na última sexta-feira (9), após semanas de diálogo entre a
Prefeitura e governo do Estado, o Incor se comprometeu a
priorizar a transferência do bebê. A morosidade para que a
transferência pudesse ser realizada foi motivada pela falta de
vaga, mas também por um quadro infeccioso que, na avaliação do
Instituto do Coração, impedia que a criança passasse pelo
procedimento cirúrgico.

O bebê nasceu há 40 dias com Síndrome de Hipoplasia do Coração
Esquerdo e estava internado na UTI do Hospital da Mulher desde
o primeiro dia de vida, sendo medicado e desvelo
incessantemente, aguardando que a vaga fosse disponibilizada.

Desde então, a Prefeitura prestou toda a assistência disponível
para os familiares da criança e solicitou diariamente a
transferência do paciente junto à CROSS (Meão de Regulação
de Oferta de Serviços de Saúde), órgão do governo do Estado
responsável por organizar a demanda de vagas para procedimentos
em unidades estaduais de saúde.

O procedimento cirúrgico necessário para salvar a vida do bebê
é multíplice e precisa necessariamente ser feito no Incor. A
partir de agora, os médicos do Instituto do Coração vão determinar
e monitorar o quadro do bebê para sentenciar quando a cirurgia
poderá ser realizada.

Bebê Guilherme é transferido para passar por cirurgia no Incor
Avalie esta notícia
Compartilhar