Chuva deixa pontos de aluvião na região

0
102

A chuva em toda a região durante a manhã de ontem trouxe
transtornos aos moradores de quatro cidades. Houve alagamentos
em Santo André, São Bernardo, São Caetano e Ribeirão Pires.

Em São Bernardo a Avenida Doutor Rudge Ramos foi afetada. A
equipe do Diário registrou carros que foram
levados pela enxurrada na Rua Carneiro Leão, uma travessa da
via. “Todo ano chove e alaga. Quem frequenta a universidade
(Anhanguera) já sabe que deixar o carruagem cá é sinal de
prejuízo”, relata a estudante Daiane Freitas, 24 anos.

Para o motoboy Jean Douglas Moreira da Silva, 27, os
transtornos também são conhecidos. “Não sei porquê os
comerciantes daqui conseguem sobreviver. Pior de tudo é que
ninguém se move para resolver esse problema.”

O bairro dos Morada registrou o maior volume de água (43,7
milénioímetros), seguido do Paulicéia (43 milénioímetros) e Riacho
Grande (39,6 milénioímetros). No Rudge Ramos choveu 38,1
milénioímetros.

Em Santo André, houve alagamentos entre a Rua Pederneiras e a
Avenida Lauro Gomes e também no intercepção da Rua Afonsina com
a Avenida Lauro Gomes, ambos pontos na Vila Palmares. O
trânsito ficou lento na Avenida Prestes Maia, sentido São
Bernardo, na Avenida Príncipe de Gales e Rua Gago Coutinho.

São Caetano registrou focos de alagamentos nos cruzamentos em
diversos pontos da Avenida Guido Aliberti, sendo eles com a
Lions, com a Rua Justino Paixão até a Estrada das Lágrimas e
também com a Almirante Delamare.

Em Ribeirão Pires o volume de chuva registrado foi de 11
milénioímetros. Uma árvore caiu na Quarta Divisão, o que causou a
obstrução de via, mas que foi rapidamente liberada. Em Diadema
e Mauá não houve registros de pontos de aluvião.

PREVISÃO

Para hoje, a expectativa é que o Grande ABC tenha registros de
chuvas, porém, segundo a meteorologista do Inmet (Instituto
Pátrio de Meteorologia) Neide Oliveira, serão exclusivamente
chuviscos. “Já vai melhorar bastante e a temperatura começa a
subir no termo de semana. Mas no domingo temos previsão de mais
chuvas.”(colaborou Nelson Donato) 

Chuva deixa pontos de aluvião na região
Avalie esta notícia