Com vazamentos, Câmara de Santo André cancela de novo sessão

0
95

Pela quinta vez, a sessão na Câmara de Santo André foi
cancelada por culpa de vazamentos no prédio legislativo. Ontem,
por culpa de potente chuva no começo da tarde, goteiras se
formaram e até segmento do teto de departamento no caminhar térreo
caiu.

A estrutura passa por reformas desde o primeiro semestre. A
presidência do Legislativo procura reforçar a laje do prédio,
porém, alega que há dois pavimentos – não previstos no
orçamento original –, o que complicou o curso da obra.

Assim uma vez que a sessão, o expediente foi encerrado por volta das
13h30. Por conta do protelação do feriado dos servidores
públicos – que acontece hoje – e também do feriado de Finados,
no dia 2, os trabalhos só serão retomados na quinta-feira.

“A decisão foi tomada com base em relatório do técnico de
segurança do trabalho Donizeti Cavalini e do engenheiro de
segurança do trabalho Indalecio Garcia Tobal, que vistoriaram o
Legislativo no início da tarde após as chuvas. Por segurança, a
presidência decidiu suspender o expediente desta sexta-feira
(hoje). Após avaliação, os técnicos enviaram relatório de
inspeção de segurança na qual recomendam ‘não realizar
atividades funcionais nas dependências vistoriadas, durante os
períodos em que ocorrerem as chuvas com intensidade que venha
manter o atual estado do sítio, preservando a saúde tanto dos
servidores uma vez que dos munícipes que procuram o sítio’”, diz a
nota da Vivenda.

Série de vereadores já reclama da ausência de trabalhos e da
falta de solução dos problemas. Alguns gabinetes, por exemplo,
estão há mais de um mês sem atendimento de munícipes – há
relatos de goteiras e mau cheiro. A bancada do PT na Vivenda
protocolou requerimento cobrando explicações do presidente da
Câmara, prelado Ronaldo de Castro (PRB).

“A Câmara deu início aos serviços de impermeabilização da laje
superior do prédio. A intervenção está sendo acompanhada por
engenheiros e técnicos de segurança do trabalho da Prefeitura
de Santo André, com fiscalização diária”, relatou o
Legislativo. 

Com vazamentos, Câmara de Santo André cancela de novo sessão
Avalie esta notícia