A aromaterapia é uma das formas naturais mais eficazes para reduzir o estresse e a ansiedade, Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade mesmo em pessoas que sofrem com transtorno de ansiedade. De forma que, a Aromaterapia pode ser utilizada no dia-a-dia. Normalmente antes de situações mais estressantes. Como em exemplo, prestar uma prova. Antes de, ir em uma entrevista de emprego ou fazer um discurso importante. São alguns exemplos.

Sim para Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

Já nos casos mais graves, em que a Ansiedade Surge Frequentemente sem razão aparente, além da Aromaterapia também é necessário consultar um psicólogo para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado necessário.

Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

Veja como é Feita a terapia com o Psicólogo

Como usar o óleo Essencial na Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

A melhor via para utilização do óleo essencial é a inalação com melhor aproveitamento para Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade. As moléculas desse óleo conseguem chegar rapidamente até ao cérebro.

Alterações rápidas de emoções na conclusão desse processo. De forma rápida. Para fazer corretamente essa inalação é aconselhado respirar o óleo essencial diretamente do frasco.

Vou começar dizendo o modo de uso. Depois disso, o passo à passo.

No primeiro lugar abre-se a tampa. Encostar o frasco perto do Nariz e Inspirar profundamente.
Mantenha o ar aprisionado ou segure o folego dentro dos pulmões por dois (02) a três (03) segundos. Realizado todo o procedimento Aspire. Depois disso deixa todo o ar. Depois liberar novamente o ar. Para começar a terapia é bom inicialmente. Realizar toda a rotina do procedimento 03x (três vez). Inalações seguidas várias vezes ao dia. Porém ao decorrer do tempo deve-se ir aumentando para 05 (cinco) ou 07 (sete) inalações.

Seu Telefone Esta Matando Voce

Adendo: O ideal é sempre utilizar óleos essenciais biológicos. Com isso você têm menos risco de conter toxinas ou qualquer outro tipo de contaminantes.

5 Melhores óleos essenciais para ansiedade

Os óleos Essenciais podem ser usados num aromatizador. Uma segunda forma de utilização também é ir diretamente na pele. Mais efetivo se o caso for com a intenção de fazer uma massagem. Temos também a opção de Comprimidos, para a ingestão.

1. Alfazema – Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

Este é provavelmente o óleo essencial mais conhecido e utilizado para tratar a ansiedade. Isto porque alguns estudos identificaram que o óleo essencial de lavanda é capaz de reduzir os níveis de cortisol, um hormônio responsável pela sensação de estresse.Além disso, tem ação protetora do sistema cardiovascular e ajuda a restaurar a paz interior, diminuindo a irritabilidade, ataques de pânico e a inquietação.

 

2. Bergamota

Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade


A bergamota faz parte da Família do Cítricos e, por isso, possui um aroma revitalizante que reduz a pressão arterial e a frequência cardíaca, balanceando a atividade nervosa e diminuindo o Estresse entrando assim para a lista de Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade. Em alguns estudos, a bergamota demonstrou ser capaz de diminuir os níveis de glicocorticoides no organismo, hormônios que são responsáveis pelo aumento da ansiedade e do estresse.

3. Nardo

Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

O óleo essencial de Nardo, conhecido cientificamente como Nardostachys jatamansi, tem excelentes propriedades relaxantes, ansiolíticas e antidepressivas que permitem aliviar casos de ansiedade persistente e variações emocionais frequentes sendo assim, Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade. É um tipo de óleo que ajuda a libertas as causas mais profundas de ansiedade e que cria uma sensação de paz interior.

4. Ilangue-ilangue

Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

O Ilangue-ilangue é uma planta que possui um aroma revitalizante que, além de acalmar e melhorar a disposição, estimula sentimentos de coragem e otimismo. Este óleo essencial, quando utilizado frequentemente também reduz a ação do Cortisol no Corpo. O Cortisol é o hormônio conhecido do stress. Maior quantidade dele circulando pelo corco, pior o estado critico fica. Como a Ilangue-ilangue tem a função natural de reduzir o cortisol concluímos que é mais um Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade.

5. Patchouli

Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade


Aqui temos: O patchouli. O óleo Essencial ideal para pessoas que sofrem com excesso de trabalho e ansiedade crônica. Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade temos aqui uma ação calmante, ansiolítica e antidepressiva.

O que é Ansiedade e como o Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

Ansiedade: Estado Psíquico de Apreensão, Medo provocado pela Antecipação de uma Situação Desagradável ou que seja Perigosa.

Estar Ansioso: Pessoa que está Apreensiva, está com Medo precipitado ou prevendo que algo possa acontecer em um futuro.

A palavra encontrada no dicionário “ansiedade” tem sua origem no latim anxietas, que significa “angústia”, “ansiedade”, de anxius = “perturbado”, “pouco à vontade”, de anguere = “apertar”, “sufocar”.

Situação da Ansiedade também como o Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

O quadro de Ansiedade vem acompanhado por Sintomas de Tensão, em que o foco de perigo antecipado pode ser interno ou externo.

Considerada, até certo ponto, uma reação natural do ser humano, útil para se adaptar e reagir perante situações de medo ou expectativa​, a ansiedade torna-se patológica quando atinge um valor extremo, com carácter sistemático e generalizado, em que começa a interferir com o funcionamento saudável da vida do indivíduo.

Causas mais Comuns de Ansiedade Patológica são:

  • Hipertiroidismo;
  • Ansiedade generalizada;
  • Crises de pânico;
  • Fobias;
  • Perturbação obsessivo-compulsiva;
  • Síndrome de pós stress traumático;
  • Depressão;
  • Psicoses;
  • Perturbação maníaco-depressiva.

Tipos de Ansiedade e Aromaterapia para Diminuir a Ansiedade

Ansiedade Generalizada: Preocupação excessiva e irrealista perante situações rotineiras da vida, como emprego, saúde e pequenos problemas do cotidiano;

Fobias: Medo excessivo e irracional perante um objecto ou situação;

Perturbação de Pânico: Ataques de pânico repetidos sem causa aparente;

Perturbação Obsessivo-Compulsiva: Presença de ideias, pensamentos, impulsividade ou imagens. Resumindo são considerados invasivos e inapropriados. Da forma que, provocam ansiedade. Porém a pessoa sente-se incapaz de controlar.

Síndrome de Pós-Stress Traumático: Aparecimento de um conjunto de sintomas característicos após um acontecimento extremamente estressante e traumático.

A Ansiedade é provocada por acontecimentos externos e conflitos internos. Tem sua origem de natureza biológica e psicológica. Para concluir, existem mais de um único fator desencadeante de ansiedade.​

O tratamento da ansiedade deve associar o uso de medicamentos psicotrópicos com a psicoterapia, de forma a tratar a sua causa biológica e promover a resolução dos conflitos psicológicos que podem estar na sua origem.

Este Artigo lhe foi Útil?

Clique na Estrela Desejada

Average rating / 5. Contagem de Votos:

Que pena que não foi útil, vamos melhorar. Obrigado

Ajude-nos a melhorar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here