Anchieta é liberada após mais de 40 horas de Interdição Causada por Deslizamentos

Anchieta é liberada após mais de 40 horas de Interdição Causada por Deslizamentos: Pista norte da Via Anchieta foi liberada na tarde desta quarta-feira (4). Rodovia Guarujá-Bertioga ainda tem pontos com interdição parcial no sentido Bertioga.

Anchieta é liberada após mais de 40 horas de Interdição Causada por Deslizamentos

A pista norte da via Anchieta foi liberada na tarde desta quarta-feira (4) após ficar 44 horas interditada por conta de uma queda de barreira, que ocorreu devido ao temporal que atingiu a Baixada Santista, no litoral de São Paulo, na noite da última segunda-feira (2). Outras rodovias também sofreram com interdições, onde também foram registrados deslizamentos, como a Cônego Domênico Rangoni, a Rio-Santos e a Guarujá-Bertioga, que ainda está bloqueada parcialmente.

Segundo a Ecovias, concessionária responsável, a pista norte da Anchieta foi liberada por volta das 14h desta quarta-feira. A queda de barreira ocorreu no km 45 da rodovia, que foi totalmente limpo e, em seguida, desbloqueado para o tráfego.

Após a liberação, o Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) voltou a operar normalmente, sem pontos de interdição ou lentidão causados pelos transtornos da chuva.

Bloqueio na Anchieta em Cubatão, trecho de serra, sentido litoral

Já na rodovia Guarujá-Bertioga (SP-061) ainda há interdições parciais, também devido a queda de barreiras, com fluxo de veículos no sistema pare e siga. Os trechos bloqueados são no km 12, 14, 16 e 17 da pista norte, todos sentido Bertioga.

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), concessionária responsável pelos trechos, há equipes de conservação nos locais para retiradas de dejetos e limpeza da via.

Veja a situação das rodovias que cortam a Baixada Santista após os deslizamentos:

  • Queda de barreira na Via Anchieta (SP-150), km 45, norte – Liberada.
  • Queda de barreira na Rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-055), km 254, leste – Liberada.
  • Alagamento na Rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-055), km 234, leste – Liberada.
  • Queda de barreira na SP 055 (Rio-Santos), km 229+500 oeste – Liberada.
  • Queda de barreira na SP 055 (Rio-Santos), km 237+400 oeste – Liberada.
  • Queda de barreira na SP 061 (Guarujá-Bertioga), km 12 norte – Interdição parcial, tráfego pare e siga
  • Queda de barreira na SP 061 (Guarujá-Bertioga), km 14+500 norte – Interdição parcial, pare e siga
  • Queda de barreira na SP 061 (Guarujá-Bertioga), km 016+600 norte – Interdição parcial, para veículos leves com tráfego fluindo no sistema pare e siga.
  • Queda de barreira na SP 061 (Guarujá-Bertioga), km 017+200 Norte – Interdição parcial, no tráfego em sistema pare e siga.

Pelo segundo dia, rodovia Anchieta apresenta bloqueio após chuvas

Houve queda de barreira durante temporal e a pista sentido São Paulo permanece fechada para limpeza. Única opção é a rodovia dos Imigrantes

Pelo segundo dia consecutivo, a pista norte da rodovia Anchieta permanece totalmente interditada por causa de queda de barreiras após as fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista. O trecho bloqueado aos carros vai do km 55 ao 40 sentido São Paulo e ainda não há previsão de liberação da via, segundo a concessionária Ecovias, que administra a rodovia.

Após o deslizamento de terra que ocorreu no km 45, em Cubatão, no litoral sul paulista, a lama e árvores invadiram a pista sentido São Paulo. Máquinas trabalham no local para limpeza da via.

O sistema Anchieta-Imigrantes opera agora no esquema 5 por 3, ou seja, a única opção do motorista que vai subir a serra em direção à capital paulista é utilizar a rodovia dos Imigrantes. Na manhã desta quarta-feira (4) não há registro de congestionamento.

Já a rodovia Cônego Domênico Rangoni, que liga São Paulo ao Guarujá, não tem mais bloqueios. Na terça (3) foram registrados alagamentos e queda de barreira no trecho, mas a via está liberada ao tráfego.

De acordo com o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), não há interdições na Rio-Santos, também prejudicada pelo temporal. O tráfego segue normal na rodovia.