Até o momento, Santo André já
vacinou mais de 74 milénio pessoas; A campanha de vacinação vai até o
dia 19 de maio

Crédito: Júlio Bastos/PSA

Neste sábado (13) é festejado o Dia Vernáculo de Mobilização da
Campanha de Vacinação contra a Gripe. Nesta data as ações de
orientação da campanha são intensificadas e é dada a
oportunidade para atendimento daqueles que fazem secção dos
grupos prioritários, porém tem dificuldade de acessar a unidade
durante a semana. Todas as unidades de saúde instaladas no
município farão o atendimento das 8h às 17h e terá também uma
tenda montada na rua Coronel Oliveira Lima para divulgação e
orientação dos munícipes. Até o momento, Santo André já vacinou
mais de 74 milénio pessoas. A campanha de vacinação vai até o dia
19 de maio.

Neste ano, o público-alvo simbolizará aproximadamente 60
milhões de pessoas em todo o Brasil. A meta é imunizar, pelo
menos, 90% dos grupos elegíveis para a vacinação. Em 2016 foram
imunizadas 204.473 pessoas, porém a expectativa é que esse
número aumente com a inclusão dos professores na campanha, após
recomendação do governo federalista.

Ao procurar uma unidade de saúde, é importante levar a carteira
de vacinação para o registro. No caso dos pacientes com doenças
crônicas, é indispensável levar a prescrição médica
especificando o motivo da indicação da vacina, que obrigaçãoá ser
apresentada no ato da vacinação. Pacientes que fazem secção de
programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de
Saúde (SUS) devem ir aos postos onde já estão cadastrados para
receberem a vacina. Caso o sítio onde regularmente são
atendidos não tenha um posto de vacinação, devem buscar a
prescrição médica na próxima consulta que estiver agendada,
visando prometer esse documento com antecedência, para evitar
filas na hora da vacinação. Pacientes que são atendidos na rede
privada ou conveniada também devem buscar a prescrição médica
com antecedência, junto ao seu médico assistente, devendo
apresentá-la na unidade durante a realização da campanha.

O período para a realização foi escolhido por preceder o
inverno, época onde a doença tem maior incidência. As doses do
Ministério da Saúde são repassadas aos municípios pelo governo
do Estado gradativamente. A vacinação contra influenza
mostra-se uma vez que uma das medidas mais efetivas para a prevenção
da influenza grave e de suas complicações e estes são os grupos
mais vulneráveis da população. Neste ano, o município de Santo
André já foram notificados 25 casos de H1N1, sendo 22 de
residentes de Santo André, desses casos 4 foram confirmados e 3
evoluíram para trato. Neste ano, houve um óbito confirmado de
Influenza A/H3 sazonal. A vítima era uma mulher de 80 anos,
moradora da Vila Luzita, que tinha pneumopatia crônica, doença
hepática crônica, diabete mélito, doença cardiovascular
crônica. Ficou internada cinco dias em hospital privado.

Saúde Bucal – Aproveitando a movimentação de pessoas, durante a
ação terá também o início e dia “D” da Campanha de Prevenção
e Diagnóstico Precoce do Câncer Bucal. Por meio da campanha, a
população poderá ser orientada para evitar os hábitos que podem
levar ao câncer bucal, uma vez que o consumo excessivo de álcool,
cigarro e outras drogas inalatórias e a prática de sexo vocal
sem proteção. Além disso, os interessados serão examinados e
caso seja detectada alguma lesão, terá o encaminhamento para
os CEOs instalados no município. Para saber se a unidade mais
próxima de sua residência estará contemplada pela ação e o
horário de atendimento, o munícipe poderá se informar por
telefone ou pessoalmente
(http://www2.santoandre.sp.gov.br/índice.php/cidade-de-santo-andre/43-cidade-de-santo-andre/767-servicos).

Dia “D” da campanha de vacinação acontece neste sábado em Santo André
Avalie esta notícia