Dia do Orgulho LGBT: 28 de Junho!

Dia do Orgulho LGBT

Dia do Orgulho LGBT – A Origem

Você sabia que dia 28 de junho é celebrado mundialmente o Dia do Orgulho LGBT? Esta data foi estabelecida com o intuito de recordar o ocorrido conhecido como a Rebelião de Stonewall, no qual houve um confronto entre a polícia e pessoas da comunidade LGBT, após uma invasão policial no bar Stonewall Inn, em Manhattan (NYC).

Esta situação violenta teve um impacto muito grande, que atraiu mais e mais pessoas da comunidade em prol da causa. Uma revolta foi iniciada e contou com protestos por vários dias consecutivos, contra a repressão policial por questões de orientação sexual e gênero.

Nem todos conhecem a história que deu origem ao movimento, mas é sabido que o Dia do Orgulho LGBT representa uma longa história de resistência contra a discriminação e o preconceito, que infelizmente se encontram presentes até os dias de hoje.

Dia do Orgulho LGBT – A Repressão

A comunidade LGBT conta com uma ampla variedade de classificações e nomenclaturas. Dentre elas, podemos citar gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, pansexuais, drag queens, transgêneros, pessoas intersexo, assexuais, entre outros.

A nomenclatura Dia do Orgulho LGBT originou-se com o intuito de acabar com a vergonha e o medo que a maior parte das pessoas da comunidade possuem em assumir sua identidade de gênero ou real sexualidade. Esse medo sempre foi resultado da repressão e violência de pessoas de fora da comunidade.

Há quem pense que as questões de sexualidade e gênero são pessoais e representam apenas um tema amoroso. Mas na verdade não é bem assim. Ter uma orientação sexual que não seja heterossexual é um ato político, que sempre foi alvo de perseguições e intolerância de terceiros.

Quem acredita que essa opressão ficou no passado, também se engana: segundo dados de uma pesquisa feita pela ONG GGB (Grupo Gay da Bahia), a cada 20 horas um membro da comunidade LGBT morre por conta da LGBTfobia no Brasil.

Dia do Orgulho LGBT – Os Avanços

Felizmente, é possível notar alguns avanços contra a discriminação ao longo do tempo, através da criação de direitos para o público oprimido. No dia 13 de junho deste ano, o STF (Supremo Tribunal Federal) aprovou a criminalização da homofobia após uma votação.

Isso significa que os crimes de ódio contra a comunidade LGBT serão julgados como crime de racismo, ou seja, serão inafiançáveis e imprescritíveis, com pena de 1 a 5 anos de reclusão dependendo do delito.

Atualmente, o Dia do Orgulho LGBT é comemorado anualmente com a Parada do Orgulho Gay (ou Parada do Orgulho LGBT). O evento consiste na reunião de pessoas do público LGBT para afirmar o orgulho de sua sexualidade e a resistência contra a discriminação. A marcha tem como objetivo celebrar o amor e a união e clamar por direitos iguais, independente da orientação sexual.

A batalha LGBT vem de longo prazo, mas ainda não acabou. Nesta data tão importante contra a intolerância, vamos combater a homofobia e lutar pela igualdade e pelo respeito independente da orientação sexual e identidade de gênero.


Em caso de violência ou discriminação de caráter homofóbico, Disque 100 e denuncie.

Esta Noticia foi útil?

Clique em 5 estrelas para votar

Classificação média: / 5. Contagem de votos:

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Veja aqui onde pode realizar o Exame de Eletroneuromiografia em SP.