Diário é premiado no Investidor Social em Santo André

Diário é premiado no Investidor Social em Santo André
Avalie esta notícia

 Investidor Social consagra empresas em premiação 
 A noite de quinta-feira foi especial para a plateia, que lotou o Teatro Municipal de Santo André, para aplaudir os participantes e os homenageados em premiação. O cerimonial foi comandado por Edson Sardano, que, com excelente humor, brincou com os presentes em vários momentos. Na 18ª edição, o Diário foi mais uma vez aclamado pela atuação expressiva no quesito responsabilidade social, desta vez pelo auxílio às crianças da Instituição Amélia Rodrigues. As láureas – primeiro lugar como maior divulgador do selo Investidor Social e certificado de Investidor Social – foram recebidas pela diretora de planejamento e gestão, Elaine Mateus da Silva, que ressaltou a importância de fazer parte de projetos como este. “SOLidariedade é atitude de fazer brilhar seu ‘sol’ interior, colaborando com as forças do bem para a transformação do mundo!”, comenta. Além disso, o jornal está sempre focado em fomentar outros projetos, inclusive internamente, como Desafio de Redação e Diário nos Bairros, que teve atividade em Mauá, ontem. 

 A noite contou com a presença do prefeito da cidade, Paulo Serra, que frisou a relevância da entidade e também ressaltou o papel da sociedade frente às mudanças. “Não adianta reformar se as pessoas não ajudarem a cuidar. Precisamos da participação de todos para voltar a construir o município”, evidenciou.
 O casal Miguel e Terezinha Sardano, sempre descontraídos e firmes em seu propósito, conferiu cada momento da apresentação do espetáculo Era Uma Vez dos assistidos da casa, que mais uma vez deram, literalmente, um show. A começar pelos maiores, que entraram no palco ao som de Thriller, Michael Jackson, e cantaram música à capela, que dizia a frase: “Somos aqueles que podem trazer amor ao mundo”. Na sequência, os pequenos – vestidos de gorilinhas – levaram as pessoas aos risos e lágrimas. Ninguém queria que os pequenos fossem embora. Várias outras composições fizeram parte da programação artística, que terminou com todos cantando Era Uma Vez, Kell Smith. “Se nós não mudarmos e ajudarmos a fazer algo melhor de nada adiantará. Acreditamos que é necessário e estamos neste trabalho até o último fio de cabelo”, enfatiza Terezinha, em vídeo institucional exibido na apresentação. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here