Efeitos da Epilepsia no Cérebro – Neurocirurgião Dr Victor Barboza

A epilepsia caracteriza-se por um conjunto de desordens neurológicas, cuja semelhança é a alteração temporária e reversível no funcionamento cerebral, sem causa aparente.Durante alguns segundos ou minutos, uma parte do cérebro emite sinais incorretos, que podem ficar restritos a esta região ou espalhar-se pelo restante do órgão. Esses sinais são responsáveis pelas crises epilépticas, que variam desde distorções de percepção e movimentos descontrolados até crises convulsivas e perda de consciência. Através da técnica de neuroimagem, um consórcio internacional de pesquisa analisou mais de 3,8 mil voluntários, de diferentes nacionalidades, com objetivo de detectar semelhanças e diferenças estruturais presentes no cérebro de pessoas com tipos de epilepsia diferentes.Efeitos da Epilepsia no CérebroA frequência e a intensidade das crises epilépticas variam de acordo com a especificidade de cada paciente, com a região do cérebro afetada e outros fatores ainda desconhecidos. A resposta ao tratamento medicamentoso também varia de caso para caso; cerca de um terço dos pacientes epilépticos não reagem bem aos medicamentos antiepilépticos, e consequentemente tornam-se mais vulneráveis a desenvolver alterações cognitivas e comportamentais, ao longo do tempo. O avanço das técnicas de neuroimagem têm possibilitado a investigação de alterações anatômicas no cérebro de pacientes epilépticos que antes passavam despercebidas.  Outras pesquisas no âmbito já haviam sido realizadas, mas com uma quantidade de pacientes muito inferior. A ampla abrangência de voluntários nesta pesquisa possibilitou a obtenção de um resultado mais robusto e assertivo. Os voluntários incluídos na pesquisa foram divididos em quatro subgrupos, de acordo com seu tipo de epilepsia: epilepsia do lobo temporal mesial com esclerose hipocampal à esquerda; epilepsia do lobo temporal mesial com esclerose hipocampal à direita; epilepsia generalizada genética, e o quarto grupo, que engloba outros subtipos menos comuns da doença. Efeitos da Epilepsia no Cérebro – Pesquisa A pesquisa foi realizada com base na análise dos subgrupos de pacientes epilépticos através da técnica de neuroimagem.Inicialmente, os pesquisadores investigaram se há presença de traços comuns em todos os tipos de epilepsia. E a resposta é “sim”: os quatro subgrupos apresentaram atrofias em áreas do córtex sensitivo motor e em regiões do lobo frontal. Apesar da semelhança, sabe-se que uma doença não é o espelho da outra. Quando o hemisfério esquerdo do cérebro é acometido, a manifestação é mais intensa e difusa em relação ao hemisfério direito. Antigamente, acreditava-se que essa diferença de intensidade existia devido à dominância do hemisfério esquerdo para a linguagem. Entretanto, este não é o único fator responsável: o hemisfério esquerdo apresenta de fato uma vulnerabilidade maior que o direito. Os pacientes com mais tempo de epilepsia apresentam maior área do cérebro comprometida, o que demonstra que a doença provoca um aumento gradativo de atrofias e prejuízos cognitivos, conforme progride. Efeitos da Epilepsia de Lobo Temporal no CérebroA pesquisa concluiu que a epilepsia do tipo de lobo temporal trata-se de uma forma focal da doença (que atinge uma área específica do cérebro) e que, quando acomete o hemisfério esquerdo do cérebro, provoca um quadro mais grave do que quando acomete o direito. São doenças distintas. Efeitos da Epilepsia Generalizada Genética no CérebroA epilepsia do tipo generalizada genética acomete o cérebro de maneira difusa, e geralmente é controlada por tratamento medicamentoso. Analisando o subgrupo de epilepsia generalizada genética, a técnica de neuroimagem pôde detectar a presença de alterações sutis em regiões do tálamo (estrutura localizada na região central profunda do cérebro). Efeitos da Epilepsia no Cérebro – Benefícios da Pesquisa Os resultados alcançados pela pesquisa em relação aos efeitos da epilepsia no cérebro prometem beneficiar as pesquisas na área, o prognóstico e o tratamento da doença. Sabendo que não há um padrão de segmento para os subtipos de epilepsia e que cada um possui suas especificidades, as pesquisas deverão concentrar esforços nas áreas suspeitas, economizando tempo, custos, e ampliando a estatística das análises. Efeitos da Epilepsia no CérebroMédia 5 / 42 de Votos

Efeitos da Epilepsia no Cérebro – Neurocirurgião Dr Victor Barboza

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais