Em Santo André, Programa Vem Maria completa 20 anos

Cerimônia foi realizada no auditório Heleny Guariba
Crédito: Alex Cavanha/PSA
Criado com o objetivo de promover acolhimento, acompanhamento social e atendimento psicológico a mulheres vítimas de violência, o programa Vem Maria completou 20 anos de criação nesta sexta-feira (20). A data foi celebrada durante a manhã, em uma cerimônia realizada no auditório Heleny Guariba. O centro de referência do programa recebe por mês cerca de 280 mulheres, algumas pela primeira vez e outras que retornam para passar por atendimento psicossocial da equipe técnica multidisciplinar formada por uma assistente social e duas psicólogas.A maior parte dos atendimentos do Vem Maria é relacionada à violência doméstica, mas também há mulheres que procuram por auxílio depois de passarem por outros tipos de violência, tais como a institucional, sexual e assédio moral. Mais recentemente, uma nova forma de agressão se tornou comum, a violência digital, quando há difamação da mulher pelo parceiro na internet e com a chamada “pornografia da vingança”, que consiste em divulgar em sites e redes sociais fotos e vídeos com cenas íntimas do casal, para constranger e ameaçar as mulheres.Em todas as situações, a profissional responsável pelo atendimento prioriza respostas individualizadas e faz os encaminhamentos necessários, sempre de acordo com a decisão da mulher atendida. “Comemorar 20 anos de Vem Maria é muito importante, porque é um programa que atravessou várias gestões, se fortalecendo como uma política pública na cidade, antes mesmo da criação da Lei Maria da Penha. Muito se caminhou nestas duas décadas, mas podemos caminhar muito mais. Esse é o nosso compromisso, trabalhar mais, articulando principalmente a rede desse atendimento”, afirmou o secretário de Cidadania e Assistência Social, Marcelo Delsir. “Celebrar 20 anos deste programa, uma política pública de defesa da mulher em situação de violência, em situação de fragilidade, para nós é um orgulho. É uma política pública que sobrevive a governos, que sobrevive a bandeiras, que sobrevive a cores. A proteção da mulher e a proteção da dignidade da pessoa humana deve se sobrepor a qualquer momento”, destacou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.No centro de referência são ofertados atendimentos psicossociais (individual e em grupo), orientações sobre os direitos das mulheres, inserção social e de cidadania, reuniões de rede para articulação e fortalecimento dos serviços. Em março deste ano, a Secretaria de Cidadania e Assistência Social deu início a diversas apresentações do programa “Vem Maria”, com palestras informativas e reflexivas em diversos locais da cidade (centros comunitários, CRAS, Unidades de Saúde, Instituições de Ensino), com objetivo de divulgar o serviço e orientar as mulheres a buscar ajuda quando necessário. A mulher vítima de violência doméstica pode procurar atendimento em um dos seis CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) de Santo André.A mulher vítima de violência doméstica pode procurar atendimento em um dos seis CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) de Santo André. As equipes das unidades são responsáveis por direcionar as vítimas para o centro de referência do Vem Maria, quando necessário.Relação dos CRAS de Santo André:CRAS ALZIRA FRANCOEndereço: Rua Amapola, s/nº – Jardim Alzira FrancoContato: (11) 4437-2932/ 4474-1928Expediente: de segunda a sexta-feira – das 8h às 17hCRAS CENTROEndereço: Rua Xavier de Toledo, 350 – CentroContato: (11) 4433-4550Expediente: de segunda a sexta-feira – das 8h às 17hCRAS CIDADE SÃO JORGEEndereço: Av. São Paulo, 1116/1120 – Cidade São JorgeTelefone: (11) 4474-2712Expediente: de segunda a sexta-feira – das 8h às 17hCRAS RECREIO/MIAMIEndereço: Rua Macaco Prego, 34 – Recreio da Borda do CampoContato: (11) 4457-9880Expediente: de segunda a sexta-feira – das 8h às 17hCRAS VILA LUZITAEndereço: Estrada do Pedroso, 236 – Vila LuzitaContato: (11) 4455-8527Expediente: de segunda a sexta-feira – das 7h às 17hCRAS JARDIM CRISTIANEEndereço: Rua Martinópolis, s/nº, Jardim CristianeContato: (11) 4452- 2944Expediente: de segunda a sexta-feira – das 8h às 17h

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais