Escritora Ana Stoppa visita escola em Santo André

escritora de literatura infantil Ana Stoppa
Crédito: divulgação
Esta ação faz parte de seu projeto voluntário de incentivo à leitura, que desde 2012 objetiva despertar em estudantes de educação infantil e de ensino fundamental, matriculados em escolas públicas, a importância de desenvolver o hábito da leitura, tanto como conhecimento quanto lazer. Por meio deste projeto, a escritora já distribuiu seus livros em várias regiões do Brasil e outros países (Itália, Portugal, Angola e Moçambique), perfazendo até a data atual a doação de 62 mil livros de literatura infantil e infantojuvenil. Em 2017, somente em algumas escolas públicas localizadas na cidade de Santo André, foram doados mais de 1.900 livros. A autora pretende alcançar a marca de 100 mil obras doadas.Uma das condições para o estabelecimento de ensino interessado receber as doações é o estudo das obras com os estudantes e a entrega dos livros em mãos, quando a autora se faz presente. Este projeto de incentivo à leitura prioriza escolas municipais e estaduais situadas nas periferias das cidades. A autora já totaliza 115 escolas visitadas.Segundo a escritora andreense, o contato com os estudantes é algo indescritivelmente gratificante, “acontece a troca, o aprendizado com o novo, a certeza de que o caminho é este – educação, solidariedade e comprometimento social, no caso deste projeto -, agregando os sonhos e a fantasia que a literatura infantil proporciona”, destaca Stoppa, que é ambientalista e também idealizadora do Projeto “Primavera Plante, o Planeta Agradece!”.De acordo com a professora coordenadora da escola Luiz Martins, Aline dos S. S. Silva, este é um fato inédito para a escola. “É primeira vez que temos a honra de receber uma escritora. É um universo diferente para os nossos alunos, oportunizando um contato com a cultura literária”, disse.Para Aline, a visita de Ana Stoppa trará à luz o gosto e o incentivo pela leitura e o conhecimento de novos livros por meio de uma autora que se dedica às crianças ao mesmo tempo em que ressalta o cuidado com o meio ambiente. “Acreditamos que será um enriquecimento cultural e social para nossos alunos. Nossa expectativa também gira em torno do conhecimento de profissionais que se dedicam à literatura infantojuvenil com tanto carinho”, afirma a professora, que complementa: “esta ação realizada pela escritora é uma ideia fantástica. Uma parceria para planejar novos hábitos, desenvolvendo atividades, promovendo a leitura, estimulando a criatividade e a imaginação, favorecendo novas aprendizagens e contribuindo para que a criança amplie o seu vocabulário, adquira cultura, melhore a escrita e desenvolva a capacidade crítica”.Dia Nacional do Livro Infantil“Um país se faz com homens e livros”, já dizia a célebre frase de Monteiro Lobato, considerado o pai da literatura infantil brasileira. E o Dia Nacional do Livro Infantil não foi escolhido ao acaso: trata-se de uma justa homenagem a Monteiro Lobato, que foi o primeiro a perceber a necessidade de inserir, nas histórias para crianças e jovens, elementos da cultura nacional. Foi também o precursor da literatura paradidática, cuja principal característica é permitir que a criança aprenda enquanto brinca e lê.SERVIÇOANA STOPPA VISITA E.E LUIZ MARTINS –  Dia Nacional do Livro InfantilData: 18/04/2018Local: E.E Luiz Martins (Rua José D’ângelo – Jardim Ocara, Santo André)Horário: a partir das 10h

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais