Escritora andreense doa livros para estudantes de escola municipal

Bloco das Bruacas atrai foliões para Paranapiacaba

Alunos da Emeief Comendador Piero Pollone participaram de projeto de incentivo à leitura
Crédito: Divulgação/Débora Luz
“Conhecido na floresta como o grande CO-MI-LÃO, de frutas a pingos de mel, assim era o urso Rafael”. Ao abrir o livro recebido diretamente das mãos da autora, o estudante Vinícius Ruy da Silva de 7 anos, lê com orgulho a primeira página do livro “Rafael, o ursinho guloso”. O presente foi entregue em uma das duas sessões de autógrafo com a escritora da obra, Ana Stoppa, nesta sexta-feira (4), na Emeief Comendador Piero Pollone, no bairro Cidade São Jorge. Assim como o pequeno leitor, 280 alunos deste equipamento receberam um exemplar de Stoppa, dentro de seu projeto de doação de livros.“Me sinto extremamente feliz, primeiro por estar incentivando o hábito da leitura para a criança, pois só o conhecimento liberta, e porque também estou tentando devolver a minha singela contribuição para a sociedade. Nós somos transitórios, estamos nesse mundo sim para desfrutá-lo, mas também para deixá-lo melhor. Eu acredito que o bem sempre vence e se você quer receber carinho, você planta carinho”, comentou a escritora e também advogada.A diretora da escola, Dalva Elisabete Depizol Castilho, explica que as histórias foram trabalhadas pelos professores dentro da sala de aula de várias formas, desde interpretação de texto à elaboração de desenhos. “Essa doação contribui muito, pois a leitura auxilia na ampliação do vocabulário das crianças. Nós já temos um projeto de biblioteca circulante, onde os alunos levam um livro para casa nos finais de semana e fazem a leitura com os pais. É um fase importante para eles desenvolverem isso”.Além do título sobre o urso Rafael, foram trabalhadas as obras “Caó, o cavalinho de um olho só “ e  “Lelé, o navegador dos sonhos”. “A maioria dos meus livros tem foco no meio ambiente, eu procuro chamar as crianças para conscientização de uma forma saudável, lúdica, o quanto é importante preservar e cuidar do planeta, porque aqui não existe o jogar fora, o que acontece de bom em Santo André vai para o mundo todo, o que acontece de ruim na Etiópia, por exemplo, uma hora chega em nós. No fim o universo é um só”, finaliza Stoppa. Foram beneficiadas neste primeiro momento crianças das turmas de 1º ao 3º ano, porém a autora se prontificou a retornar a este unidade escolar no segundo semestre para atender as turmas do 4º e 5º ano.Projeto – A autora Ana Stoppa é natural de Santo André. A doação faz parte do seu projeto voluntário de incentivo à leitura, que desde 2012 objetiva despertar o prazer de ler em estudantes da educação infantil e do ensino fundamental, matriculados em escolas públicas. Por meio deste projeto, a escritora já distribuiu seus livros em várias regiões do Brasil e outros países (Itália, Portugal, Angola e Moçambique), perfazendo até então  a doação de 62 mil livros  nos gêneros de literatura infantil e infantojuvenil. Somente neste primeiro semestre de 2018, a escritora visitou uma escola municipal e duas escolas estaduais em Santo André, totalizando a doação de mais de 930 livros. A autora pretende alcançar a marca de 100 mil obras doadas.“Eu comecei a escrever aos 13 anos de idade. Quando eu era criança eu estudava na rede pública e gostava muito de ler, mas não tinha muito acesso a livros, aí meus professores me incentivavam a escrever. Quando nasceram meus filhos, hoje são três adultos, eu inventava histórias e eles queriam que eu continuasse. Ali nasceu um mundo, poxa um dia acho que eu vou escrever. Isso foi uma inspiração, assim como hoje meu neto de 11 anos e todas essas crianças me inspiram. Quando uma criança chega pra mim e fala ‘Ana vem estudar comigo’, eu olho os anos que já vivi e falo ‘a criança que mora em mim está viva e a gente tem que mantê-la viva’”.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais