Esporte de Santo André conquista recurso de R$ 1 milhão

0
149

Espaços do Multíplice Esportivo Pedro
Dell’Antonia

Crédito: Júlio Bastos/PSA

Com somente um semestre da novidade gestão, o esporte de Santo André
já está sendo revolucionado. Com a intenção de qualificar o
supino rendimento em procura de títulos e valorizar a prática
esportiva trazendo formação e saúde, a Prefeitura de Santo
André, por meio da Secretaria de Esportes, implantou dentro da
Pasta uma novidade: o departamento de captação de recursos. Uma
equipe formada por profissionais da área costura parcerias e
procura verbas em âmbito privado, através das leis de incentivo
ao esporte, e também no nicho público, com emendas
parlamentares ou convênios com as esferas estadual e federalista.

Algumas destas parcerias, por exemplo, trazem 10% dos ganhos
direto para o Fundo de Pedestal ao Esporte, órgão da Pasta
responsável por atender demandas de programas da secretaria.
Nesta procura por auxílios, o novo setor de captação garantiu
R$ 540 milénio em convênio com a Secretaria de Esporte, Lazer e
Juventude do Estado de São Paulo e utilizará o valor para
lançar o Meio de Formação de Atletas dentro do Multíplice
Esportivo Pedro Dell’Antonia. O espaço otimizará quatro
modalidades já existentes: basquete, tênis de mesa, caratê e
natação. O programa atenderá 1.355 crianças e será importante
passo para a invenção de novos talentos. Além disso, a
Secretaria de Esportes de Santo André está no processo de
acerto da documentação da piscina olímpica do multíplice, com
objetivo de conseguir o recurso necessário para a reforma do
equipamento, assim uma vez que de todos os ginásios do município que
recebem competições.

A liberação da verba de R$ 540 milénio está aprovada e será
concretizada em breve, assim uma vez que outros projetos privados,
casos do futebol de campo e do basquete. A Coop – Cooperativa
de Consumo – e a EMS, empresa do ramo farmacêutico, fornecerão
aulas de futebol nos campos municipais promovendo a atividade
para tapume de 200 crianças. O investimento das duas empresas
foi de tapume de R$ 225 milénio.

Já no basquete, o Instituto Rafael Bábby, entidade do
ex-jogador da NBA, junto à White Martins, empresa de produção
de gases industriais e medicinais, cederá uma escola da
modalidade voltada ao cunho social atendendo 100 crianças. A
discussão para novas parcerias está em curso, o que pode levar
o projeto a beneficiar o duplo de crianças previsto
inicialmente.

O Instituto Agires também é outro parceiro, ministrando aulas
de ginástica artística para mais de 200 crianças no Parque
Escola. Por término, a Bridgestone, indústria do setor de borracha,
somado ao Instituto Esporte & Educação, da ex-jogadora de
vôlei Ana Moser, aportou R$ 61 milénio para investir em escolas de
diversas modalidades e que já está em ação.

“A nossa teoria não é que a empresa nos ajude e fique sem
retorno. Pelo contrário, a empresa pode utilizar a lei de
incentivo em espaços próximos e assim visualizar o curso do
projeto. O empresário pode infligir e obter retorno de
divulgação, um lado ajudando o outro. Teremos encontros durante
o ano para explicar as nossas ações e formas de trabalho para
os empresários. Um destes encontros intercorrerá em agosto”,
comentou o secretário de Esportes, Marcelo Chehade, que ainda
ratificou a intenção da Pasta em atingir todos os processos
administrativos ligados ao esporte, deixados de lado pelas
gestões anteriores, para assim dar encaminhamento a pedidos de
reformas de equipamentos junto ao Ministério do Esporte.

O setor de captação de recursos faz visitas ativas às empresas
entre pólos comerciais e industriais da cidade, estando desimpedido
também à procura de interessados. O departamento também recebe
projetos prontos, e já incentivados, dando perpetuidade no
processo de utilização do mesmo. Empresas que desejam fazer
parcerias com a Secretaria de Esportes e saber o trabalho
mais de perto podem vincular no telefone 4433-0506.

Esporte de Santo André conquista recurso de R$ 1 milhão
Avalie esta notícia