O Vencedor da Prova de Montreal no Canadá o inglês Lewis Hamilton confiante que a Ferrari o carro do dick vigarista Alemão teria tido alguma avaria e então tido algum tipo de pane, britânico da Mercedes convidou rival para ir no seu carro até o pódio, mas acabou ignorado por Sebastian.

Eu estava Cego: Eu não estava vendo diz Seb Vettel

Presepadas de um tal Sebastian Vettel da Ferrari
Presepadas de um tal Sebastian Vettel da Ferrari

Sebastian Vettel: Eu estava CEGO: Eu não estava vendo. Eu parei o carro no parque fechado, mas não o dos três primeiros, o outro. E aí fui para a pesagem e, àquela altura, não queria me juntar a nada que estava acontecendo depois.

Ora bolas, apenas a desculpa acima dita por esse piloto de segunda, já deixa claro que em raiva ele fica incontrolável. Logo, qual a dúvida que foi deliberada a ação por parte dele? Que em todos, repare em TODOS, os momentos que ele causa na F1 é possível o ver perder a razão.

Isso porém, não foi 1 (uma), 2 (duas, ou 3 (três) vezes. Ele se demonstra um completo fanfarão todas as vezes. Quando bateu sozinho errando a freada em primeiro? Você acha que este no rádio disse: desculpa pessoal errei? não! ele disse que estava abaixo de muita pressão e isso ligado ao rádio o fez perder o foco.

Ué… Lembro-me de pós corrida ele mesmo dizer: O que vocês queriam? A formula 1 não é mais o esporte que eu me apaixonei. Estava com ambas as mãos no volante. Na tentativa de controlar o carro. Queriam que eu estivesse com um botão pressionado para falar no rádio? Ora pois, como isso explicasse alguma coisa. Porém pode reparar ele comentar em rádio. Será, que a pressão está com os dias contados? Espero que sim.

Já é hora desse impostor vestido de piloto, dar vaga para alguém bom de verdade.

Lewis Hamilton:

A propósito, eu parei porque achei que seu carro estava quebrado. Parei para te dar uma carona.

Sebastian Vettel:

Eu não estava vendo. Eu parei o carro no parque fechado, mas não o dos três primeiros, o outro. E aí fui para a pesagem e, àquela altura, não queria me juntar a nada que estava acontecendo depois.

Sebastian Vettel cruzou a linha de chegada em primeiro no GP do Canadá, neste domingo, mas a vitória ficou com Lewis Hamilton. O alemão foi punido com 5s por ter deixado a pista e retornado de “maneira perigosa” segundo decisão da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Em seguida, o piloto se recusou a levar o carro para o local designado para o três primeiros colocados, largando o bólido na entrada dos boxes. Vettel então saiu andando como se não fosse para o pódio, mas acabou voltando. Não sem antes se dirigir às placas com que indicam as posições em que três primeiros colocados devem estacionar os carro e trocar a sinalização que estava na frente do carro de Hamilton, removendo a de primeiro lugar e trocando-a pela de segundo.

Vaias não tinham alvo Lewis

Apenas sem replay, pessoas não conseguiam ver o que de fato acontece. Este mesmo que reclamou pós GP. Talzinho de Vettel sempre reclama de tudo. Menos dele mesmo em pessoa.

Apesar das vaias recebidas no pódio, Lewis Hamilton não teve culpa pelo dia de cão vivido por Sebastian Vettel. Além de convidar o rival para o lugar mais alto do pódio, antes disso o britânico teve uma atitude camarada que quase ninguém viu. Ao avistar a Ferrari de Vettel parada na entrada dos boxes após o término da prova, e provavelmente supondo que o carro sofreu algum tipo de pane, o pentacampeão convidou o rival para pegar uma carona em sua Mercedes até o pódio… mas acabou ignorado pelo alemão que, àquela altura, estava cego de raiva.

Este Artigo lhe foi Útil?

Clique na Estrela Desejada

Average rating / 5. Contagem de Votos:

Que pena que não foi útil, vamos melhorar. Obrigado

Ajude-nos a melhorar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here