Família luta para transferir bebê que carece de cirurgia

0
259

 O bebê Guilherme Oliveira de Souza tem exclusivamente 10 dias de
vida e já enfrenta grande luta contra a burocracia, a qual
dificulta a sobrevivência dele. A criança, que está na UTI do
Hospital da Mulher Maria José dos Santos Stein, em Santo André,
nasceu com síndrome de hipoplasia do coração esquerdo e precisa
urgentemente de cirurgia. Uma vez que o sítio não dispõe dos recursos
necessários, ela precisa ser transferido, situação que, mesmo
com liminar concedida pela Justiça pedindo o ato, ainda não
ocorreu.

A criança foi cadastrada na Cross (Medial de Regulação e
Ofertas de Serviços de Saúde), do governo estadual. “No
hospital, falam sobre a existência de uma fileira de liminar no
Cross, mas não dizem sobre nosso caso. Estamos à mercê, e o
bebê correndo risco”, fala Tatiana de Oliveira de Castro, 34
anos, tia de Guilherme.

Em nota, a Prefeitura de Santo André enfatizou que o quadro da
criança é “extremamente grave e que o bebê está recebendo toda
a assistência disponível”.

Já a Secretaria de Estado da Saúde afirmou que iniciou os
processos de regulação e procura de vaga e que “os médicos da
Cross estão monitorando a evolução de seu quadro de saúde”. “É
importante deixar evidente que exclusivamente a disponibilidade de vagas
não é suficiente para a transferência. É necessário que o
paciente apresente condições clínicas de ser transferido”,
concluiu.

Família luta para transferir bebê que carece de cirurgia
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here