Funcionários da Unnafibras protestam contra salário procrastinado

Do Quotidiano OnLine

30/10/2017 | 10:50

Atualizada às 11h32
Muro de 40 funcionários da Unnafibras Têxtil protestam na manhã desta segunda-feira na profundeza do número 5.852 da Avenida dos Estados, em Santo André, contra atrasos de salário.

O ato teve início às 10h. Segundo o grupo, 200 empregados estão há 90 dias sem receber. Ou por outra, a empresa não deposita o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) há 40 meses, alguns funcionários estão com duas ou três férias vencidas e abono salarial suspenso. O convênio médico está dissociado e quem foi destituído recentemente não recebeu verba rescisória.
Os trabalhadores distribuem panfletos e foram impedidos de entrar na empresa, que utiliza um dos galpões da Rhodia. A PM (Polícia Militar) está no sítio e conversa com os manifestantes. O trânsito no entorno flui normalmente.
A Unnafibras foi procurada pela reportagem, porém ainda não se manifestou. (Com informações de Matheus Angioletto) 

Comentários
Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o observação é de inteira responsabilidade do responsável e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais