Gambalaia faz aniversário com arte

C19c41d66a11e039b47886db3d17d96d.jpeg

Já se passaram oito anos que Humberto Alex de Lima resolveu se dedicar de corpo e alma a um projeto: a casa andreense voltada à arte Gambalaia – Espaço de Artes e Convivência (Rua das Monções, 1.018). Para celebrar, o local apresenta farta agenda nesta semana, começando quinta-feira, às 20h, com show de Rodrigo Gobbet e Luzi Galvão. A entrada é contribuição livre. Sexta tem música instrumental (R$ 10) e sábado, o Quarteto Velutato e Allumar, às 19h (R$ 20). Domingo, dia da comemoração de fato, tem encontro de compositores, às 18h. A entrada é grátis.
No espaço cabem exposições, poesias, saraus, música, teatro. Para o idealizador da casa, o Gambalaia é democrático verdadeiramente, sem burocracias, sem filtros. “Algumas vezes posso não gostar de determinado estilo, mas não é minha preferência que conta e sim a oportunidade que o artista terá para mostrar seu trabalho”, afirma Lima.

Ele explica que sempre pensou em ocupar espaço vazio na região, quando idealizou o Gambalaia. Muita gente o desanimou, dizendo que deveria fazer isso na Capital. “Respondi que aqui seria o único com esta proposta”. Nestes anos se sentiu andando na contramão, quando percebia que as pessoas não valorizavam o espaço. “Mas o que valia era aquele momento único em que os artistas se apresentavam, mesmo para poucas pessoas e pensava ‘que privilégio’ poder estar aqui assistindo este show.” 

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais