GCM proíbe voluntários de servirem moca da manhã para moradores de rua

0
71

“A partir do momento que a Secretaria de Assistência Social é
acionada, há uma equipe técnica para a intervenção, composta por
assistentes sociais, psicólogos e enfermeiros. A GCM pode ser
acionada para escoltar esta equipe. Ao chegar no lugar, é
identificada a questão social e realizada a escuta qualificada,
identificando a demanda e suas necessidades realizando, desta
maneira, os encaminhamentos necessários a nossa rede. Ressaltamos
que o município oferta um serviço de guarida na Lar de
Acolhida com Esperança, visando a proteção da pessoa em situação
de rua. Lembrando que a adesão ao serviço é voluntária. Sendo
assim, o projecto de ação é realizado por uma equipe
multidisciplinar composta pelas secretarias municipais de
Assistência Social, Saúde e Segurança Pública visando sempre o
bem-estar da pessoa em situação de rua”, detalhou o projecto de
trabalho, sem deixar evidente se em ambas as ações da GCM houve
seguimento dos profissionais de assistência.

GCM proíbe voluntários de servirem moca da manhã para moradores de rua
Avalie esta notícia