Grupo 59 de teatro reestreia “Histórias de Alexandre” em Santo André

0
228

Grupo 59 de Teatro reestreia a peça
infantojuvenil “História de Alexandre” no Sesc Santo André, neste
domingo, 7 de maio, às 12h

Crédito: Vitor Meloni

O Grupo 59 de Teatro encena contos de Graciliano Ramos
(1892-1953) na peça infantojuvenil “Histórias de Alexandre”,
que reestreia no Sesc Santo André, entre 7 de maio e 4 de
junho, com sessões de segunda a domingo, sempre às 12h.
Dirigido pela premiada Cristiane Paoli Quito, o espetáculo é
inspirado em um livro homônimo, publicado pelo redactor
alagoano em 1944.

Alexandre, um velho contador de histórias, usa a tradicional
linguagem verbal para recordar memórias de crenças, costumes e
mitos do folclore nordestino.  A música também tem um
papel fundamental em cena, com um repertório que inclui
repentes, emboladas, rezas, modas de viola e outros ritmos
populares, todas acompanhadas ao vivo por instrumentos
acústicos, porquê violão, viola, acordeom, flautas, pífaro,
berimbau e percussão.

Ao conciliar a obra literária aos palcos, a companhia escolheu
unicamente algumas das histórias do livro, sempre respeitando o
texto original do responsável. Além disso, todas as canções inéditas
foram criadas coletivamente a partir de passagens do
livro.  Dessa maneira, a vocábulo cantada dá suporte à
narrativa e até exerce a própria função narrativa, nas formas
épica, lírica e dramática.

A peça “Histórias de Alexandre” dá perenidade a uma
investigação iniciada pelo grupo em 2009, com a estreia de “O
Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”, que se baseia numa forma de
se conversar com a criança por meio do jogo-brincadeira de
contação de histórias apoiada na vocábulo e no trabalho corporal
dos atores.

SOBRE A DIRETORA CRISTIANE PAOLI QUITO

A diretora, atriz e produtora Cristiane Paoli Quito projetou-se
na cena teatral paulista nos anos 90, ao investigar as técnicas
e referências da commedia dell’arte. Na segunda metade da
década, voltou-se para a dança e desenvolveu uma linguagem
própria, direcionada para a pesquisa sobre a dramaturgia do
intérprete em improvisação. Uma vez que diretora, investiga as
intersecções entre as linguagens teatro, dança, circo, teatro
de bonecos, música e performance e a capacidade criativa do
criador-intérprete. Foi indicada e contemplada com os
principais prêmios do teatro brasiliano, porquê Shell, APCA e
FEMSA.

SOBRE O GRUPO 59 DE TEATRO

Criado em 2011, o Grupo 59 de Teatro é o encontro de 12
artistas formados pela Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP).
Vencedora do Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro, em 2011, a
companhia adota o modo colaborativo nas criações, na gestão e
na produção. Em 2013, a trupe se apresentou no XX Festival
Internacional de Teatro da Universidad Pátrio Autónoma de
México (UNAM), na Cidade do México, a invitação da Universidade
de São Paulo (USP).

SERVIÇO

“HISTÓRIAS DE ALEXANDRE” – COM O GRUPO 59 DE TEATRO

Na pequena sala de Alexandre, os amigos se reúnem para ouvir as
aventuras e façanhas realizadas por ele, sempre narradas com
excesso e exalo. O contador é escoltado por sua mulher
Cesária, que nunca o deixa perder o fio da meada. O Grupo 59 de
Teatro “conta cantando” e “canta contando” essas histórias para
crianças de todas as idades e as convida para a deliciosa
façanha de imaginar o possível e o impossível.

FICHA TÉCNICA:

Direção Universal: Cristiane Paoli Quito

Elenco: Carol Faria, Felipe Alves, Felipe Gomes Moreira,
Fernando Oliveira, Gabriel Bodstein, Gabriela Cerqueira, Jane
Fernandes, Nathália Ernesto, Nilcéia Vicente, Ricardo Fialho e
Thomas Huszar

Figurinos: Claudia Schapira

Iluminação e ambientação: Cristina Souto

Preparação corporal: Letícia Sekito

Direção músico: Felipe Gomes Moreira e Thomas Huszar

Registro audiovisual: Vitor Meloni

Produção: Grupo 59 de Teatro

Realização: Prêmio Zé Renato de pedestal à produção e
desenvolvimento da atividade teatral para a cidade de São Paulo
– 3ª edição.

Quando: 7/5 a 4/6 (segunda a domingo, às 12h), exceto dia 28/5.

Onde: Sesc Santo André – Teatro

Ingresso: R$17 (inteira), R$8,50 (reformado, pessoa com 60
anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de
escola pública com comprovante), R$5 (trabalhador do comércio
de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e
dependentes). Grátis para crianças até 12 anos mediante a
retirada de ingressos.

Classificação: Livre

Sesc Santo André

Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar – Santo André

Grupo 59 de teatro reestreia “Histórias de Alexandre” em Santo André
Avalie esta notícia