Grupos prioritários da população começam a ser vacinadas contra a gripe

0
196

Grupos prioritários da população
começam a ser vacinadas contra a gripe

Crédito: Beto Garavello/PSA

Na próxima segunda-feira (24), a campanha de vacinação contra a
gripe (Influenza) terá início para mais um dos grupos
prioritários da população. Além de indivíduos com 60 anos ou
mais de idade e dos os trabalhadores da saúde, começarão a ser
imunizadas as gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e
povos indígenas (o município não possui nascente grupo, pois são
considerados somente os aldeiados). Todas as unidades de saúde
do município farão o atendimento de segunda a sexta-feira, das
8h às 17h. A campanha deste ano vai até o dia 19 de maio e foi
divida em etapas para melhor atender os grupos (conforme
cronograma aquém). Até o momento já foram vacinados 6.455
idosos de um totalidade estimado em 92.070, além de 357
profissionais de saúde de um totalidade de 20.970.

Neste ano, o público níveo simbolizará aproximadamente 60
milhões de pessoas em todo o Brasil. A meta é vacinar, pelo
menos, 90% dos grupos elegíveis para a vacinação. Em 2016,
foram imunizadas 204.473 pessoas, porém a expectativa é que
esse número aumente com a inclusão dos professores no
público-alvo, após recomendação do governo federalista.

Ao procurar uma unidade de saúde, é importante levar a carteira
de vacinação para o registro. No caso dos pacientes com doenças
crônicas, é indispensável levar a prescrição médica
especificando o motivo da indicação da vacina, que responsabilidadeá ser
apresentada no ato da vacinação. Pacientes que fazem segmento de
programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de
Saúde (SUS) devem ir aos postos onde já estão cadastrados para
receberem a vacina. Caso o sítio onde regularmente são
atendidos não tenha um posto de vacinação, devem buscar a
prescrição médica na próxima consulta que estiver agendada,
visando prometer esse documento com antecedência, para evitar
filas na hora da vacinação. Pacientes que são atendidos na rede
privada ou conveniada também devem buscar a prescrição médica
com antecedência, junto ao seu médico assistente, devendo
apresentá-la na unidade durante a realização da campanha.

O período para a realização foi escolhido por preceder o
inverno, época onde a doença tem maior incidência. As doses do
Ministério da Saúde são repassadas aos municípios pelo governo
do Estado gradativamente. A vacinação contra Influenza
mostra-se uma vez que uma das medidas mais efetivas para a prevenção
da influenza grave e de suas complicações e estes são os grupos
mais vulneráveis da população. Neste ano, o município de Santo
André já notificou 17 casos de H1N1, dos quais três foram
confirmados e já evoluíram para trato.

A vacinação será realizada em etapas conforme cronograma
aquém:

(Já iniciada) Lanço 1 – a partir do dia 10 de abril de 2017: os
trabalhadores de saúde dos hospitais

(Já iniciada) Lanço 2 – a partir do dia 17 de abril: os
trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados e as
pessoas com 60 anos ou mais de idade

(Próxima) Lanço 3 – a partir do dia 24 de abril: gestantes,
puérperas, crianças (6 meses e < 5anos anos de idade) e
indígenas

Lanço 4 – a partir do dia 2 de maio: comorbidades

Lanço 5 – a partir do dia 8 de maio: professores e todos os
outros grupos anteriores

No dia 13 de maio, sábado, será realizado o Dia ‘D’.

Grupos prioritários da população começam a ser vacinadas contra a gripe
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here