Varão que automatizou trabalho e ficou 6 anos ‘fazendo zero’ é exonerado

0
234

Esse varão é um gênio ou um malandro? Bom, deixando julgamentos de lado, um usuário do Reddit, chamado FiletOfFish1066, postou uma história interessante: ele desenvolveu um software na empresa de programação em que atuava que simplesmente automatizava todo o próprio trabalho. Dessa maneira, ele “trabalhou” por seis anos até que a empresa descobriu a façanha, e acabou demitindo o rapaz.

A história foi contada no CS Career Questions e você pode escoltar o tópico clicando cá — infelizmente, o relato original foi sumido, mas a discussão continua. FiletOfFish1066 trabalhava realizando testes de garantia de qualidade, um tanto que pode ser programado para um software. Logo, foi o que ele fez: “nos últimos seis anos, eu trabalhei tapume de 50 horas de ‘trabalho’ real”, disse no Reddit.

Varão que automatizou trabalho e ficou 6 anos 'fazendo zero' é exonerado

Uma vez que funcionam os testes de garantia de qualidade? Simplesmente, o trabalho consiste em buscar e relatar falhas em softwares. Se você está se perguntando, “Ok, nos útimos seis anos ele trabalhou só 50 horas, logo o que ele fazia?”, talvez o próprio programador responda:

“Eu não tenho feito zero no trabalho. Não estou brincando. Por 40 horas por semana, eu vou para o trabalho, jogo o League of Legends no meu escritório, navego no Reddit e faço o que eu quero. (…) E ninguém realmente ligava. Os testes estavam operando com sucesso. Eu não estou brincando, eu não tinha trabalhos ou zero parecido no trabalho, logo ninguém falava comigo exceto o meu patrão e, ocasionalmente, os desenvolvedores dos softwares que eu estava testando. Ontem, meu patrão me demitiu. Acho que alguém do TI descobriu depois de 6 anos e relatou para o meu patrão. Eu expliquei que automatizei meu trabalho, mas ainda estava atualizando a instrumento, o que era pataratice. De qualquer forma, eu fui exonerado”.

E agora, José?

De conformidade com o relato, FiletOfFish1066 agora está perdido e não sabe o que fazer depois da deposição. O varão ainda citou que esqueceu porquê programar, já que ficou seis anos parado. Logo, com o verba que juntou neste tempo, tapume de US$ 200 milénio (R$ 690 milénio), ele pretende estudar para voltar ao mercado. Outra teoria é transfixar um negócio próprio.

Para escoltar a discussão, clique cá.

 

Varão que automatizou trabalho e ficou 6 anos ‘fazendo zero’ é exonerado
Avalie esta notícia