Horta Educativa leva consciência ambiental para alunos de Santo André

Alunos da rede municipal de ensino de Santo André vão aprender conceitos ambientais por meio do programa Horta Educativa
Crédito: Alex Cavanha/PSA
Estudantes do primeiro ano do ensino fundamental de 20 escolas vão plantar e cuidar de plantas nas unidades onde estudam, participando de um instrumento interativo de educação ambiental, de forma interdisciplinar e vivenciada.O programa é fruto de um convênio firmado entre o Fundo Social de Solidariedade de São Paulo e o Fundo Social de Solidariedade de Santo André. A iniciativa é realizada em parceria com as secretarias de Educação, Saúde, Esporte e Prática Esportiva, Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e Banco de Alimentos.“A Horta Educativa é um projeto que visa não apenas ter a horta, ensinar a criança a plantar, mexer na terra e a colher, mas também ensinar a transformação do alimento, a importância de comer bem, já que infelizmente hoje em dia a gente conta com um tempo tão corrido e às vezes a alimentação fica de lado. Isso traz reflexos positivos enormes na qualidade de vida e principalmente na saúde das crianças. O objetivo da Horta Educativa não é só manter a horta na escola e as crianças cuidarem, mas sim ir além, trabalhar também a educação ambiental e alimentar”, afirmou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.Durante o lançamento do programa, realizado na EMEIEF Demercindo da Costa Brandão, o prefeito Paulo Serra e a primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra auxiliaram os alunos na plantação das primeiras mudas da Horta Educativa. “A merenda de Santo André é uma das melhores do país e agora ganha o reforço do projeto Horta Educativa, que ensina o cultivo e faz despertar para hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para o combate à desnutrição e à obesidade infantil. Uma importante iniciativa do Fundo Social de Solidariedade de Santo André, em parceria com o Governo de São Paulo, que será propagada em 20 escolas da rede municipal. Desta forma, a cidade volta a ser referência em boas práticas e políticas públicas de qualidade”, destacou o prefeito Paulo Serra.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais