Hospital da Mulher promove semanalmente Oficina de Reciclagem

0
157

Estimular a prevenção, tratamento e educação de hábitos
saudáveis é um compromisso do Hospital da Mulher “Maria José
dos Santos Stein”. Para satisfazer a meta, a instituição promove
semanalmente Oficina de Reciclagem, a ação tem porquê objetivo
facilitar na sensibilização sobre a importância de selecionar
materiais recicláveis para a preservação do meio envolvente e
demonstra porquê podemos transformar o que aparentemente é lixo
em arte.

A Oficina de Reciclagem foi criada em 2011 na Fundíbuloção do ABC e
até 2014 desenvolveu campanhas permanentes de arrecadação de
papel, latas, garrafas PET, vidros, pilhas e baterias, entre
outros itens. Sob comando da coordenadora Cristina Passaretti,
29 adolescentes em tratamento na FMABC tiveram aulas duas vezes
por semana, aprendendo na prática a importância da
sustentabilidade, reaproveitando materiais para a confecção de
agendas, porta-retratos, utensílios domésticos e de escritório.
A partir de 2016 as oficinas passaram a sobrevir em alguns
hospitais mantidos pela Fundíbuloção do ABC.

Segundo o médico Onésimo Duarte Ribeiro Junior, diretor universal
do hospital, além de oferecer semanalmente opção de
descontração aos pacientes internados, a ação tem o papel de
aproximar a instituição das pacientes e dos colaboradores.
“Acreditamos que as atividades refletem na qualidade do
atendimento prestado, além da possibilidade de proporcionar uma
melhora significativa no quadro universal da paciente,
possibilitando uma vivência hospitalar mais acolhedora,
humanizada e menos traumatizante, fortalecendo vínculos entre
paciente, família e equipe do Hospital da Mulher”, conta.

REFERÊNCIA REGIONAL

Inaugurado em agosto de 2008 pela Prefeitura de Santo André e
gerido desde o início pela Fundíbuloção do ABC, o Hospital da
Mulher Maria José dos Santos tornou-se referência graças à
excelência e humanização do atendimento – presentes desde a
recepção até as consultas médicas e exames diagnósticos. A
unidade oferece assistência totalidade nas áreas de obstetrícia e
ginecologia, nos períodos de pré-parto, parto e pós-parto
súbito e pós-operatório. Promove o alojamento conjunto para
mãe e bebê, incentiva e dá condições para seguimento
familiar e presta assistência integral e humanizada aos
recém-nascidos – tanto saudáveis porquê em regime de terapia
intensiva.

Todos os exames necessários para pedestal ao parto e procedimentos
obstétricos estão à disposição das usuárias. O parque
tecnológico é talhado ao diagnóstico e terapêutica, contando
com métodos gráficos, patologia clínica, imagenologia, anatomia
patológica e citopatologia, procedimentos cirúrgicos e
videolaparoscópicos, reabilitação de pacientes internos,
desenvolvimento de atividades hemoterápicas e hematológicas,
além de pronto atendimento no Banco de Leite Humano.

Instalado no Parque Novo Oratório, em área construída de mais
de 7 milénio metros quadrados, o Hospital da Mulher registra
mensalmente média de 350 partos, 11.300 consultas e
atendimentos e 10.000 exames e procedimentos. São 113 leitos,
incluindo Maternidade, Meio de Parto Oriundo, Unidade de
Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), Unidade de Cuidados
Intermediários Neonatal (UCINCO), UTI Adulto e Meio
Cirúrgico, além de Pronto-Socorro 24 horas nas áreas de
Ginecologia, Obstetrícia e Violência Sexual.

Hospital da Mulher promove semanalmente Oficina de Reciclagem
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here