Iniciam as oficinas de capacitação do + APAE Inclusão

Audiovisual: Descobrir, desenvolver competências, mesmo que básicas para entendimento, manuseio de equipamentos e processos de fotografia e vídeo.
Crédito: divulgação
Ofertar possibilidades de empreendedorismo e empregabilidade. Promover cursos profissionalizantes gratuitos. Incentivar a inclusão de pessoas com deficiência (PCD) para o mercado de trabalho. Estes são objetivos do projeto + APAE Inclusão,  que iniciou suas oficinas profissionalizantes no dia 19 de março com 65 inscritos.As oficinas são destinadas a pessoas com deficiência intelectual entre 12 e 17 anos que residam em Santo André.  Há programas de capacitação nas áreas de: Panificação, Audiovisual, Informática, Rotinas Administrativas, Artesanato e Corte e Costura. Outras 150 vagas serão oferecidas no segundo semestre do ano.Para Valéria Barral, diretora escolar da APAE de Santo André, a principal dificuldade na inclusão do PCD no mercado de trabalho está associada ao despreparo das empresas em ter pessoas com deficiência na equipe, à própria capacitação e às barreiras de acessibilidade. “A diversidade e inclusão ainda não fazem parte da cultura da nossa sociedade. Mesmo tendo leis que incentivem a inclusão, estamos engatinhando. O +APAE Inclusão vem preencher essa lacuna e reparar a ausência de cursos preparatórios”, conta.+ APAE INCLUSÃOO objetivo principal do projeto é capacitar jovens com deficiência e oportunizar uma melhora na qualidade de vida. Além disso, busca incentivar a contratação dos beneficiários das oficinas por meio da Lei de Cotas  (n°8.213/91), que exige a reserva de 2 a 5% das vagas de empresas para pessoas com deficiência, dependendo do número total de funcionários. O + APAE Inclusão também prevê a implantação de um departamento que fará o direcionamento dos profissionais capacitados nas oficinas em áreas de sua formação através de parcerias com órgãos públicos e privados.Além do patrimônio material que irá servir aos alunos da APAE, como adaptação de ambientes e compra de equipamentos, o + APAE Inclusão incentivou o reconhecimento da população em relação ao trabalho oferecido pela APAE aos PCD’S. “Esse projeto coloca a APAE em um patamar de grande visualização na comunidade. Sua efetivação se dará na medida que cada oficina oferecerá aos jovens de todas as possibilidades de aprender, vivenciar e construir. Um aprendizado que o fará capaz de ingressar no mundo do trabalho”, destacou a diretora.OFICINASO conteúdo básico de todas as oficinas incluem noções básicas do mercado de trabalho: documentos necessários para contratação, saúde do trabalhador, higienização, segurança do trabalho, Teoria 5S (Senso de: utilização, organização, limpeza, padronização e disciplina) e educação financeira. Todos os alunos terão acompanhamento com psicóloga e fonoaudióloga.Confira as ementas das oficinas:Panificação: Planejar e executar o processo de fabricação de pães, do balanceamento ao acabamento final do produto.Audiovisual: Descobrir, desenvolver competências, mesmo que básicas para entendimento, manuseio de equipamentos e processos de fotografia e vídeo.Informática: Formação de alunos capazes de lidar com as novas tecnologias, empregar as utilidades e benefícios do uso do computador como recurso profissional.Rotinas administrativas: Compreender as práticas administrativas das empresas, abordar questões relacionadas às atividades desempenhadas por meio da prática.Artesanato: Transformar a matéria-prima bruta ou manufaturada em produto acabado, com o domínio técnico sobre materiais, ferramentas e processos de produção artesanal na sua especialidade.Corte e Costura: Conhecer a máquina de costura, os diversos tipos de pontos e aprender a fazer barrados, barras, trocar e colocar zíper, pinças, customização e consertos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies