Jornalista de Ribeirão pede por doações de sangue

0
86

O
jornalista de Ribeirão Pires, Daniel Vasconcelos teve o
diagnóstico de Leucemia no final do ano de 2015 e desde então
vem realizando tratamento, chegando a passar, em meados de
2016, por um transplante de medula óssea doada por seu
irmão.
 

Agora, em novidade período de tratamento, Daniel responsabilidadeá ser submetido
novamente ao transplante e necessita de ajuda para doações de
sangue.
 

Através do facebook, Daniel falou sobre o caso.
 

“Estou começando uma novidade período no meu tratamento contra a
Leucemia. Farei outro transplante de medula e vou precisar
novamente da sua ajuda com doações de sangue e plaquetas […].
Sei das dificuldades e entendo os que não podem doar. Peço que
indique alguém que pode fazer a doação e nos ajudar nessa
luta”, disse em publicação feita no último dia 14.
 

As doações podem ser feitas diretamente no Hospital São Camilo,
na unidade Pompéia, localizado na rua Tavares Bastos, 425, São
Paulo. O hospital oferece transporte gratuito para grupos entre
6 e 14 pessoas, disponibilizado mediante a agendamento através
dos telefones 3674-4455 ou 3674-4441.
 

Um grupo está sendo organizado para doação que sobrevirá neste
sábado, dia 18, com concentração na Igreja Matriz São José e
saída para o Hemocentro marcada para as 8h. É possível
participar desse grupo entrando em contato com Soraia Araujo
Pinho Pereira, através do telefone 97290-4335.

 

Requisitos para doação

Idade de 16 a 69 anos (sendo que para pessoas com 16 e 17
anos, as mesmas devem  estar acompanhadas por pai, mãe
ou responsável permitido no ato da doação, ou portar
 autorização fornecida pelo serviço de hemoterapia
(informe-se). Pessoas com idade supra de 60 anos só podem
doar sangue caso tenham realizado doação anterior).
 

– Tarar no mínimo 50kg;
 

– Estar em boas condições de saúde;
 

– Não estar resfriado no dia da doação ou ter tido gripe ou
febre supra de 38° nos últimos 15 dias e não ter feito uso de
antibióticos nos últimos 15 dias;
 

– Não estar grávida;
 

– Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
 

– Estar manteúdo, mas evitar provisões gordurosos;
 

– Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
 

– Tratamentos dentários impedem temporariamente a doação, o
pausa varia de 1 a 30 dias dependendo do
procedimento;
 

– Não ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 12
meses;
 

– Acupuntura com material descartável, a doação poderá ser
realizada 3 dias após o procedimento;
 

– Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade (exceto para
casos de comprovação de hepatite A);
 

– Não ter feito procedimentos endoscópicos (Ex. endoscopia,
colonoscopia, cirurgias laparoscópicas etc.) nos últimos 6
meses;
 

– Vacinação: o tempo de inaptidão pode variar de 2 dias a 4
semanas. 
 

*Vacina H1N1: esperar 48h.

 

*OBS: Mulheres só poderão doar plaquetas, as que tiveram até
01 gestação, incluindo monstruosidade.

 

Alguns outros critérios que necessitam de melhor avaliação só
poderão ser vistos no momento da triagem clínica.
 

É obrigatório apresentar documento de identificação solene
com foto em boas condições e dentro da validade (RG, carteira
de habilitação, passaporte, carteira de trabalho, certificado
de reservista e carteira profissional emitida por classe).

Jornalista de Ribeirão pede por doações de sangue
Avalie esta notícia