Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais

Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais: Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais Comunitários em Santo André

0
33
Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais
Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais

Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais: Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais Comunitários em Santo André

Formação promovida pelo Semasa teve início em maio deste ano

A equipe de educação ambiental do Semasa – Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André – certificou no dia 26 de novembro de 2019 na cidade de Santo André no grande ABC Paulista, 98 (noventa e oito) jovens que integram o Tiro de Guerra da cidade.

A formatura encerra mais um ciclo do projeto Agentes Ambientais Comunitários, desenvolvido pela autarquia, que tem o objetivo de tornar os soldados em agentes multiplicadores das práticas sustentáveis e de cidadania ambiental no município.

Quando foi a Cerimonia?

A cerimônia ocorreu no último sábado (23) e contou com a presença do prefeito de Santo André, Paulo Serra. Durante a formação, que teve início em maio deste ano e ocorreu também em parceria com o Departamento de Manutenção de Áreas Verdes da Prefeitura, os atiradores integrantes do Tiro de Guerra puderam se familiarizar com as problemáticas ambientais atuais, principalmente relacionadas à questão da arborização.

Neste contexto, os jovens visitaram o viveiro municipal e participaram em setembro de um grande mutirão de plantio no bairro Marajoara que complementou as ações do projeto Meu Bairro Mais Verde, da Prefeitura. No total, foram 400 (quatrocentas) novas árvores plantadas no bairro naquela ocasião.

Novos agentes Ambientais

Os novos agentes ambientais comunitários também puderam conhecer um pouco mais sobre a importância do tratamento de água e esgoto.

O projeto pioneiro da educação ambiental do Semasa acontece desde o ano passado e esta é a segunda turma de soldados formada.

Texto: Paloma Alvarez
Fotos: Helber Aggio/PSA

Tiro de Guerra

Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais
Jovens do Tiro de Guerra recebem certificação de Agentes Ambientais

O Tiro de Guerra (TG) é uma instituição militar do Exército Brasileiro encarregada de formar atiradores e ou cabos de segunda categoria (reservistas) para o exército. Os TGs são estruturados de modo que o convocado possa conciliar a instrução militar com o trabalho ou estudo, proporcionando a milhares de jovens brasileiros, principalmente os que residem em cidades do interior do país, a oportunidade de atenderem a Lei e prestarem o Serviço Militar Inicial.

A organização de um TG – Tiro de Guerra ocorre em acordo firmado com os Municípios e o Comando da Região Militar. O exército fornece os instrutores (normalmente sargentos ou subtenentes), fardamento e equipamentos, enquanto a administração municipal disponibiliza as instalações. Por isto, geralmente, o prefeito se torna o diretor do tiro de guerra.

Na década de 2010, existiam mais de 224 TGs distribuídos por quase todo o território brasileiro. Anualmente, ingressam aproximadamente 12.000 (doze mil) atiradores no Exército Brasileiro.

Origem o TG

A origem dos tiros de guerra remonta ao ano de 1902 com o nome de linhas de tiro, quando se fundou em Rio Grande (Rio Grande do Sul) uma sociedade de tiro ao alvo com finalidades militares — esta, a partir de 1916, no impulso da pregação de Olavo Bilac em prol do serviço militar obrigatório, transformou-se, com o apoio do poder municipal, nesse tipo de organização militar destinada à formação de reservistas brasileiros.

Assim sendo foram criadas várias linhas de tiro, estrategicamente localizadas em cidades maiores de cada região, que davam maior proteção aos cidadãos, atualmente ao que tem se conhecimento o Tiro de Guerra com mais tempo em atividades no pais é o 01-010 da 1ª Região Militar no Comando Militar do Leste.

O Tiro de Guerra de Nova Friburgo teve suas atividades iniciadas em 15 de agosto de 1909, sendo renumerado até permanecer 01-010, seus quadro pertenceram diversos veteranos da FEB que participaram diretamente no combate de trincheiras em Montese e Monte Castelo, integrados as forças aliadas na Segunda Guerra Mundial.

Em 2018, o Tiro de Guerra de Carangola – MG Comemorou 100 anos de fundação, com selo comemorativo dos Correios.

Um dos objetivos dos Tiros de Guerra é a formação de cidadãos cônscios sob os seus direitos e deveres na sociedade onde estão inseridos, transformando-se como verdadeiros elementos modificadores das duras condições das regiões em que residem, consistindo-se como centro de formação das futuras lideranças comunitárias e municipais querem no campo da política, da educação, da governança, da iniciativa privada, ou seja, cidadãos que terão franca e intensa participação no desenvolvimento regional e nos benefícios sociais que se desdobram com essa possibilidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here