Liceu Jardim inicia Programa de Prevenção e Combate ao Bullying e Cyberbullying

0
157

Crédito: Reprodução Youtube

O Liceu Jardim, em Santo André, inaugura programa de orientação
a estudantes e família sobre bullying e educação do dedo a
partir do dia 07 de abril, data pátrio de combate à violência
sistemática em escolas, o bullying. Nesse dia, a atividade
compreenderá palestras para alunos do quarto ao sétimo anos do
ensino fundamental. Para as outras séries e famílias serão
realizadas atividades no decurso do ano letivo. O conteúdo
será apresentado pela advogada Ana Paula Lazzareschi de
Mesquita, idealizadora do Proteja-se dos Prejuízos do
Cyberbullying, iniciativa que já congrega murado de 30 dos mais
importantes colégios de São Paulo.

Para o Liceu Jardim, a Educação Do dedo é a principal forma de
prevenção de incidentes digitais. As medidas preventivas
envolvem não somente os ‘‘alunos, mas os pais e a comunidade
escolar. É importante que as crianças conheçam as leis de forma
lúdica, que possam treinar conceitos de Justiça, Ética e
Cidadania na palma da mão! O programa Proteja-se dos Prejuízos
do Cyberbullying será iniciado com um ciclo de palestras, mas o
objetivo é permitir que a educação do dedo seja aprofundada,
estudada e exercida por todos, dentro e fora das paredes das
salas de lição”, diz Ana Claudia B. de Andrade, diretora do
Ensino Fundamental – 2º ao 8º ano.

As escolas e as famílias – afirma Ana Paula Siqueira – precisam
ser informadas e orientadas sobre a insegurança do dedo que têm
contribuído para casos de cyberbullying e imposto novidade
verdade ao envolvente de ensino. Dados colhidos pelo SLM
Advogados indicam que o número de casos de cyberbullying nas
escolas levados à justiça chega a mais de 4 milénio processos
somente no Estado de São Paulo (dados estimados, em função da
ausência de sistemática de indexação dos tipos de processos no
Judiciário). Para Ana Paula Siqueira, a era da social media
impõe novidade compreensão de porquê os riscos do mundo virtual
impactam a verdade privado e das empresas. “Uma vez que segmento do
mundo real, a Internet que nos conecta à rede mundial de
computadores, e smartphones, nos introduz a situações
comportamentais que testam nossos limites pessoais e
institucionais”.

Infelizmente, diz, murado de 80% das ocorrências na comunidade
escolar envolvem preconceito e discriminação estética, difusão
de conteúdos sensuais, eróticos e de atos sexuais por
dispositivos eletrônicos, muito porquê preconceito e discriminação
contra alunos com ótimo desempenho e estigmatização de
professores. São tipos de violência física, psicológica e moral
que poderão acarretar processos cíveis e até penais.

Para atuar sobre nascente problema, ocorreu a edição da Lei
13.185/15 que instituiu o Programa de Combate à Intimidação
Sistemática para fundamentar ações educacionais em face da
questão. Um cenário que demanda conscientização e educação dos
usuários sobre segurança e cuidados no mundo on-line.

É isso que vamos apresentar para estudantes, respeitando as
suas faixas etárias, e, principalmente, as famílias, base para
o desenvolvimento de uma educação, inclusive do dedo, para
harmonização das pessoas, mormente no envolvente escolar.

PROTEJA-SE DOS PREJUÍZOS DO CYBERBULLYING
Adotado pelos mais importantes colégios particulares de São
Paulo, o programa “Proteja-se dos Prejuízos do Cyberbullying”
permite o gerenciamento de todo o envolvente de segurança. Nele,
os processos de Combate ao Bullying, Educação Do dedo e
Compliance Escolar são disponibilizados aos pais, alunos e
professores para a prevenção, diagnose e combate aos riscos de
incidentes digitais, de toda e qualquer natureza.

Ana Paula Siqueira Lazzareschi de Mesquita explica que é
preciso compreender as normas já existentes para mourejar
corretamente com as coisas boas e ruins da Internet. As regras
e leis podem ser aplicadas para proteger crianças,
adolescentes, famílias e a própria escola dos riscos de ataques
virtuais, crimes e violências no mundo do dedo. “Com linguagem
e design próprios, pode-se sensibilizar a comunidade escolar a
desenvolver e aprimorar condutas de valor, com a apresentação
da cultura jurídica-pedagógica de pacificação social”.

Liceu Jardim inicia Programa de Prevenção e Combate ao Bullying e Cyberbullying
Avalie esta notícia
Compartilhar