Lugano Pênalti Marcado Contra o São Paulo em 2014

Árbitro a Principal autoridade em campo assinalou pênalti para o timeco do Corinthians em lance de mão dentro da área no Brasileirão daquele ano (2014) e na final do Paulistão deste ano, o mesmo mandatário o juiz, mas desta vez com o auxilio do VAR, não deu mão de Ralf.

Lugano usa pênalti marcado contra o São Paulo em 2014 para questionar Luiz Flavio de Oliveira

Nos pênaltis, São Paulo elimina Palmeiras

O ex zagueiro e eterno ídolo da torcida do Tricolor paulista do Morumbi Diego Lugano, hoje atua como superintendente de relações institucionais do clube, teve uma manifestação em uma rede social sobre o jogo, pelo Twitter, falou contra a arbitragem de Luiz Flavio de Oliveira na primeira final do Campeonato Paulista.

Empate por 0 a 0 no Morumbi

Após o empate por 0 a 0 no Morumbi, o dirigente fez críticas a como o árbitro de vídeo foi usado no clássico. E, nesta segunda-feira, Lugano lembrou jogo de 2014, apitado por Luiz Flavio de Oliveira.

Para lembrar da ocasião, Ajudado pelo arbitragem o rival em vitória do Corinthians por 3 a 2, em Itaquera, Luiz Flavio de Oliveira marcou pênalti após a bola bater no braço do zagueiro Antonio Carlos em rebote do goleiro Denis.

Dúvidas colocando diversas interrogações

Uruguaio Lugano, evidenciou as dúvidas colocando diversas interrogações por todo o conteúdo em seu post, compara o lance com o de Ralf, no clássico do último domingo. Mas dessa vez, com a situação invertida, pois era lance para o SP… Após chute do São Paulo, a bola bate na mão do volante.

Análise do VAR

Após análise do VAR, a tal autoridade o que mais está para Gilmar Mendes do que para árbitro Luiz Flavio de Oliveira marcou o escanteio para o São Paulo.

Não feliz, como o Gilmar Mendes do Futebol, depois, Lugano utilizou mais uma vez da ferramenta Twitter para dessa vez comparar duas jogadas nas quais o Gilmar ops Luiz Flavio de Oliveira apresentou cartões diferentes.

Uruguaio vai além

O Sul Americano nascido no Uruguai ainda vai mais além e publicou alguns vídeos do lance envolvendo Ramiro e Everton Felipe, no qual o corintiano recebeu amarelo na final do último domingo, e do empate sem gols do São Paulo com o RB Brasil, no dia 24 de fevereiro, quando Gonzalo Carneiro foi expulso direto por falta em Rafael Carioca.

Que existe uma Eterna proteção ao Corinthians, isso é de anos. Quem não se lembra do gol de Mão? Ou gols impedidos… bom vamos continuar ou deixar para lá? Se for na originalidade da lei. A libertadores deles, deveria ser tomada. Alias, um time que diz ter mais mundiais que número de libertadores não merece muito respeito dos adversários mundiais certo?

O contrario acontece? Óbvio que sim. Claro que, em número bem menor. Mas, acontece. Principalmente quando não vale nada. O corinthians é aquele clube que todos odeiam. E quem odeia tudo e a todos ama o Corinthians. É assim que funciona a coisa. Quer ser contra o certo é corinthiano.

A segunda partida da final entre Corinthians e São Paulo será no próximo domingo, às 16h, em Itaquera. Novo empate, leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer é campeão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies