Lugano Pênalti Marcado Contra o São Paulo em 2014

Avalie esta notícia

Árbitro a Principal autoridade em campo assinalou pênalti para o timeco do Corinthians em lance de mão dentro da área no Brasileirão daquele ano (2014) e na final do Paulistão deste ano, o mesmo mandatário o juiz, mas desta vez com o auxilio do VAR, não deu mão de Ralf.

Lugano usa pênalti marcado contra o São Paulo em 2014 para questionar Luiz Flavio de Oliveira

Nos pênaltis, São Paulo elimina Palmeiras

O ex zagueiro e eterno ídolo da torcida do Tricolor paulista do Morumbi Diego Lugano, hoje atua como superintendente de relações institucionais do clube, teve uma manifestação em uma rede social sobre o jogo, pelo Twitter, falou contra a arbitragem de Luiz Flavio de Oliveira na primeira final do Campeonato Paulista.

Empate por 0 a 0 no Morumbi

Após o empate por 0 a 0 no Morumbi, o dirigente fez críticas a como o árbitro de vídeo foi usado no clássico. E, nesta segunda-feira, Lugano lembrou jogo de 2014, apitado por Luiz Flavio de Oliveira.

Para lembrar da ocasião, Ajudado pelo arbitragem o rival em vitória do Corinthians por 3 a 2, em Itaquera, Luiz Flavio de Oliveira marcou pênalti após a bola bater no braço do zagueiro Antonio Carlos em rebote do goleiro Denis.

Dúvidas colocando diversas interrogações

Uruguaio Lugano, evidenciou as dúvidas colocando diversas interrogações por todo o conteúdo em seu post, compara o lance com o de Ralf, no clássico do último domingo. Mas dessa vez, com a situação invertida, pois era lance para o SP… Após chute do São Paulo, a bola bate na mão do volante.

Análise do VAR

Após análise do VAR, a tal autoridade o que mais está para Gilmar Mendes do que para árbitro Luiz Flavio de Oliveira marcou o escanteio para o São Paulo.

Não feliz, como o Gilmar Mendes do Futebol, depois, Lugano utilizou mais uma vez da ferramenta Twitter para dessa vez comparar duas jogadas nas quais o Gilmar ops Luiz Flavio de Oliveira apresentou cartões diferentes.

Uruguaio vai além

O Sul Americano nascido no Uruguai ainda vai mais além e publicou alguns vídeos do lance envolvendo Ramiro e Everton Felipe, no qual o corintiano recebeu amarelo na final do último domingo, e do empate sem gols do São Paulo com o RB Brasil, no dia 24 de fevereiro, quando Gonzalo Carneiro foi expulso direto por falta em Rafael Carioca.

Que existe uma Eterna proteção ao Corinthians, isso é de anos. Quem não se lembra do gol de Mão? Ou gols impedidos… bom vamos continuar ou deixar para lá? Se for na originalidade da lei. A libertadores deles, deveria ser tomada. Alias, um time que diz ter mais mundiais que número de libertadores não merece muito respeito dos adversários mundiais certo?

O contrario acontece? Óbvio que sim. Claro que, em número bem menor. Mas, acontece. Principalmente quando não vale nada. O corinthians é aquele clube que todos odeiam. E quem odeia tudo e a todos ama o Corinthians. É assim que funciona a coisa. Quer ser contra o certo é corinthiano.

A segunda partida da final entre Corinthians e São Paulo será no próximo domingo, às 16h, em Itaquera. Novo empate, leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer é campeão.