Mais de 90 famílias já fazem parte do projeto Moeda Verde

137

Com o Moeda Verde, o morador recebe gratuitamente 1kg de alimentos ao entregar 5kg de recicláveis ao Semasa
Crédito: Alex Cavanha/PSA
Mais de 90 famílias já estão cadastradas no projeto Moeda Verde, de Santo André, que incentiva a troca de resíduos recicláveis por alimentos hortifrúti frescos. Nesta quarta-feira (6), na segunda troca do programa, foram entregues mais de 150kg de recicláveis por moradores do Núcleo dos Ciganos, em Utinga, e os participantes levaram em troca para casa sacolas com tomates, bananas e espinafre. Com o Moeda Verde, o morador recebe gratuitamente 1kg de alimentos ao entregar 5kg de recicláveis ao Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). O material segue para a reciclagem. Experiência piloto inédita na região, o objetivo é expandi-la paulatinamente para toda a cidade, de acordo com o prefeito Paulo Serra.Por enquanto, o projeto foi implantado para moradores da comunidade dos Ciganos, em Utinga, onde existia o pior ponto de descarte irregular da cidade. A cada 15 dias, uma agência móvel do Semasa e da Prefeitura vai ao local para fazer a troca. A próxima será no dia 20 de dezembro.“Nós gastávamos R$ 300 mil todos os anos para fazer a limpeza deste ponto onde está sendo feita a troca. Por isso começamos o projeto por aqui. Hoje, a pessoa traz os recicláveis e sai com alimento. Este projeto traz cidadania, consciência ecológica e também, neste período de crise que a gente infelizmente ainda vive, oferece ajuda para a alimentação das famílias”, afirmou o prefeito Paulo Serra, que participou da entrega ontem juntamente com a primeira-dama, Ana Carolina Barreto Serra.O ponto de descarte, além de receber a agência móvel do Moeda Verde, está sendo requalificado pelo Semasa e pela Prefeitura e já foi transformado em área de estacionamento. E, nas vizinhanças, será implantada este mês uma nova Estação de Coleta, para que os moradores possam descartar resíduos volumosos.O projeto Moeda Verde é uma parceria entre Semasa, o Núcleo de Inovação Social, o Banco de Alimentos, o Fundo Social de Solidariedade e a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).Além disso, há também a parceria com o Instituto Triângulo, que entrega 1 barra de sabão para cada litro de óleo de cozinha usado entregue pelo morador.

Mais de 90 famílias já fazem parte do projeto Moeda Verde
Avalie esta notícia