Meio envolvente e sustentabilidade marcam programação do Sesc

176

Poder saber qual a origem dos víveres que compõem a nossa
mesa e quem são as pessoas responsáveis por sua produção ou
distribuição; colaborar para a diminuição dos resíduos
produzidos cotidianamente; estar circunspecto às causas responsáveis
pelos impactos que afetam o envolvente – sejam aqueles que
acontecem em nosso bairro ou globalmente. Estes são alguns dos
inúmeros elementos que, na prática, compõem o debate acerca da
sustentabilidade no campo socioambiental. O Sesc realiza ações
permanentes na área de educação para a sustentabilidade e no
mês de junho oferece uma série de ações socioeducativas
dedicadas ao Dia Mundial do Meio Envolvente, comemorado em 5 de
junho.

A programação acontece nas Unidades do Sesc na capital, Grande
São Paulo, litoral e interno e integra o projeto Ideias e
Ações para um Novo Tempo, criado em 2012 e que tem uma vez que
objetivo identificar e compartilhar práticas socioambientais
voltadas à proteção do envolvente e das pessoas, associadas ao
desenvolvimento do território sítio. Com isso promove o diálogo
entre o público e as iniciativas transformadoras da verdade,
numa perspectiva ética e sustentável, além de trabalhar com as
mais variadas abordagens, aproximando as pessoas do debate
socioambiental – tão multíplice na atualidade.

Destaques da programação em Santo André

O consumo responsável, a prática da agroecologia e a economia
solidária são temas presentes na programação. Na unidade de
Santo André acontece no dia 24 de junho, sábado, a partir das
15 horas, a exibição do documentário Entre Rios e Ruas, que
retrata o trabalho da Iniciativa Rios e Ruas em um passeio pela
bacia do Rio Sacacura em São Paulo, desde o Masp, por onde
passa o rio, até sua nascente. A expedição procura encontrar
vestígios de rios canalizados na cidade e tem uma vez que lema
desenterrar os rios da consciência das pessoas. O documentário
faz secção da série “Causando na Rua”, que documenta ações
criativas e/ou provocativas realizadas na rua. Cada episódio
documenta a atuação de um grupo, coletivo, ativista ou artista
que promove reflexões sobre direitos humanos, arte, linguagem e
nossa relação com a rua. Após a exibição será realizado
bate-papo com Luiz de Campos Jr. e José Bueno, da Iniciativa
Rios e Ruas.

Já no dia 26 de junho, domingo, às 9 horas será realizado o
passeio ciclístico Pedal Entre Rios e Ruas, onde os
participantes terão a oportunidade de saber e relembrar a
localização exata de alguns rios da cidade de Santo André.
Durante um trajectória ligeiro ou médio de aproximadamente duas horas
e meia, os educadores José Bueno e Luiz de Campos Jr.
conduzirão o grupo e mediarão a atividade, que narrará com
paradas estratégicas para a reflexão em pontos de interesse do
roteiro. É necessário possuir bicicleta e as inscrições podem
ser feitas pelo e-mail: [email protected] Menores
de 18 anos, somente acompanhados por um adulto responsável.

Ideias e Ações para um Novo Tempo

Desde a década de 70, o Sesc realiza projetos na área ambiental
com a missão de desenvolver ações educativas e de contribuir
para a reflexão sobre modos de vida inclusivos, solidários e
sustentáveis.. É possível reconhecê-los em suas construções,
mormente o Sesc Sorocaba, que conta com certificação
ambiental; na defendeção de áreas verdes (Bertioga, Interlagos
e Itaquera); na gestão dos resíduos sólidos, por meio do
programa Lixo: menos é mais, com enfoque na sensibilização das
equipes técnicas para a redução da geração de resíduos.

O projeto Ideias e Ações para um Novo Tempo visa estimular a
reflexão e o diálogo sobre a sustentabilidade, por meio do
mapeamento e do compartilhamento de iniciativas socioambientais
que possam ser referências para o debate e a mobilização das
pessoas, promovendo ações educativas, formativas e espaços de
encontro para a troca de conhecimentos, saberes e práticas. Sua
metodologia de trabalho propõe o desenvolvimento de ações
programáticas a partir da identificação de projetos
socioambientais nos territórios onde as Unidades do Sesc SP
estão inseridas.

Poder saber qual a origem dos víveres que compõem a nossa
mesa e quem são as pessoas responsáveis por sua produção ou
distribuição; colaborar para a diminuição dos resíduos
produzidos cotidianamente; estar circunspecto às causas responsáveis
pelos impactos que afetam o envolvente – sejam aqueles que
acontecem em nosso bairro ou globalmente. Estes são alguns dos
inúmeros elementos que, na prática, compõem o debate acerca da
sustentabilidade no campo socioambiental. O Sesc realiza ações
permanentes na área de educação para a sustentabilidade e no
mês de junho oferece uma série de ações socioeducativas
dedicadas ao Dia Mundial do Meio Envolvente, comemorado em 5 de
junho.

A programação acontece nas Unidades do Sesc na capital, Grande
São Paulo, litoral e interno e integra o projeto Ideias e
Ações para um Novo Tempo, criado em 2012 e que tem uma vez que
objetivo identificar e compartilhar práticas socioambientais
voltadas à proteção do envolvente e das pessoas, associadas ao
desenvolvimento do território sítio. Com isso promove o diálogo
entre o público e as iniciativas transformadoras da verdade,
numa perspectiva ética e sustentável, além de trabalhar com as
mais variadas abordagens, aproximando as pessoas do debate
socioambiental – tão multíplice na atualidade.

Destaques da programação em Santo André

O consumo responsável, a prática da agroecologia e a economia
solidária são temas presentes na programação. Na unidade de
Santo André acontece no dia 24 de junho, sábado, a partir das
15 horas, a exibição do documentário Entre Rios e Ruas, que
retrata o trabalho da Iniciativa Rios e Ruas em um passeio pela
bacia do Rio Sacacura em São Paulo, desde o Masp, por onde
passa o rio, até sua nascente. A expedição procura encontrar
vestígios de rios canalizados na cidade e tem uma vez que lema
desenterrar os rios da consciência das pessoas. O documentário
faz secção da série “Causando na Rua”, que documenta ações
criativas e/ou provocativas realizadas na rua. Cada episódio
documenta a atuação de um grupo, coletivo, ativista ou artista
que promove reflexões sobre direitos humanos, arte, linguagem e
nossa relação com a rua. Após a exibição será realizado
bate-papo com Luiz de Campos Jr. e José Bueno, da Iniciativa
Rios e Ruas.

Já no dia 26 de junho, domingo, às 9 horas será realizado o
passeio ciclístico Pedal Entre Rios e Ruas, onde os
participantes terão a oportunidade de saber e relembrar a
localização exata de alguns rios da cidade de Santo André.
Durante um trajectória ligeiro ou médio de aproximadamente duas horas
e meia, os educadores José Bueno e Luiz de Campos Jr.
conduzirão o grupo e mediarão a atividade, que narrará com
paradas estratégicas para a reflexão em pontos de interesse do
roteiro. É necessário possuir bicicleta e as inscrições podem
ser feitas pelo e-mail: [email protected] Menores
de 18 anos, somente acompanhados por um adulto responsável.

Ideias e Ações para um Novo Tempo

Desde a década de 70, o Sesc realiza projetos na área ambiental
com a missão de desenvolver ações educativas e de contribuir
para a reflexão sobre modos de vida inclusivos, solidários e
sustentáveis.. É possível reconhecê-los em suas construções,
mormente o Sesc Sorocaba, que conta com certificação
ambiental; na defendeção de áreas verdes (Bertioga, Interlagos
e Itaquera); na gestão dos resíduos sólidos, por meio do
programa Lixo: menos é mais, com enfoque na sensibilização das
equipes técnicas para a redução da geração de resíduos.

O projeto Ideias e Ações para um Novo Tempo visa estimular a
reflexão e o diálogo sobre a sustentabilidade, por meio do
mapeamento e do compartilhamento de iniciativas socioambientais
que possam ser referências para o debate e a mobilização das
pessoas, promovendo ações educativas, formativas e espaços de
encontro para a troca de conhecimentos, saberes e práticas. Sua
metodologia de trabalho propõe o desenvolvimento de ações
programáticas a partir da identificação de projetos
socioambientais nos territórios onde as Unidades do Sesc SP
estão inseridas.

Meio envolvente e sustentabilidade marcam programação do Sesc
Avalie esta notícia