Mercedes aperta, porém Ferrari Vence e quebra tabu em Monza: A Novageração venceu o Grande Premio de Monza na Itália, representado por Charles Leclerc piloto da equipe Ferrari de Formula 1 segurou a pressão dos carros da Mercedes, com a ajuda da direção de prova que não o puniu em nenhuma de suas infrações* e venceu hoje o GP da Itália de Fórmula 1, garantindo o primeiro triunfo da Ferrari em Monza desde 2010.

Mercedes aperta, porém Ferrari Vence e quebra tabu em Monza

*Ah se fosse o Vettel ou Verstappen. Seriam provavelmente expulsos da corrida. Atualmente a direção de prova está assim.

Pensando nos últimos anos da corrida da categoria em Monza, lembramos que o último piloto da escuderia FERRARI de Formula 1 da casa a vencer no local pela categoria havia sido até então o piloto Espanhol das Astúrias Fernando Alonso, que não está mais na F-1.

Largando na pole, Leclerc segurou principalmente as investidas do atual líder do campeonato mundial de Pilotos. O britânico Lewis Hamilton, da equipe Mercedes. Em duas oportunidades o Inglês realizou seus ataques mortais a presa o piloto da Ferrari, mas não conseguiu a ultrapassagem. Em uma delas, muito também, por uma jogada suja do piloto da equipe vermelha. O que poderia ter custado a corrida do Britânico líder do Campeanado.

Mercedes aperta, porém Ferrari Vence e quebra tabu em Monza

Quanto custa Quase jogar fora todo o Trabalho do Piloto Rival e da Equipe dele? Uma bandeira preta e branca. Deve ser para lembrar o Curinthinas!

Experiente que é o Inglês. Hamilton, provavelmente foi avisado por rádio que seu companheiro de time, poderia atacar Leclerc. Em muito melhor condições que ambos. Pois estava com pneus novos. Lewis, então, passou reto em uma área de escape, liberando a posição para Valtteri Bottas.

Que assumiu a segunda colocação.

Porém, o finlandês falhou feio ao tentar superar o rival. Apresentou problemas de pilotagem com uma super máquina na mão e em melhores condições. Além de fracassar ao tentar tirar a vitória de Leclerc, ainda errando por duas vezes nas voltas finais. Deixando sua própria pilotagem em check pelo chefão da Equipe.

Hamilton terminou em terceiro. Com a vitória, Leclerc chegou 182 pontos no Mundial de Pilotos, ainda na quarta colocação. O holandês Max Verstappen é o terceiro com 185. Na briga pela liderança, Hamilton ainda mantém larga vantagem, com 284 pontos. Bottas tem 221.

Disputa quente entre Hamilton e Leclerc A corrida de hoje ficou marcada por disputa intensa entre Leclerc e Hamilton. O piloto da Ferrari defendeu, por dois momentos, com agressividade às investidas do adversário. Em uma delas, recebeu advertência.

Em outra, acabou escapando da pista, mas segurou a posição.

Explosão de Leclerc No Twitter, o perfil da Fórmula e mostrou a reação de Leclerc e da torcida da Ferrari com a vitória. Confira:

Vettel cabeça de pastel

O começo da corrida foi marcado por um incidente com Sebastian Vettel na sétima volta. O piloto da Ferrari rodou durante e uma curva e voltou de forma perigosa para a pista. Ele acabou tocando no canadense Lance Stroll, que também rodou na sequência e repetiu Vettel na imprudência ao retornar, atrapalhando Gasly.

O carro do alemão teve a asa dianteira danificada, o que forçou uma parada nos boxes que prejudicou sua corrida. O incidente ainda causou uma observação curiosa do narrador da Rede Globo, Galvão Bueno, dizendo que a cabeça de Vettel deveria estar um pastel.

Veja como terminou a corrida

  1. Charles Leclerc (MON/Ferrari) 1h15min26s665
  2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 0s835
  3. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 35s199
  4. Daniel Ricciardo (AUS/Renault) a 45s515
  5. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) a 58s165
  6. Alexander Albon (TAI/Red Bull) a 59s315
  7. Sergio Pérez (MEX/Racing Point) a 1min13s802
  8. Max Verstappen (HOL/Red Bull) a 1min14s492
  9. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) a 1 volta
  10. Lando Norris (GBR/McLaren) a 1 volta
  11. Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso) a 1 volta
  12. Lance Stroll (CAN/Racing Point) a 1 volta
  13. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 1 volta
  14. George Russell (GBR/Wiiliams) a 1 volta
  15. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo) a 1 volta
  16. Romain Grosjean (FRA/Haas) a 1 volta
  17. Robert Kubica (POL/Williams) a 2 voltas.

Não completaram:.

  • Kevin Magnussen (DIN/Haas).
  • Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso).
  • Carlos Sainz (ESP/McLaren).

Este Artigo lhe foi Útil?

Clique na Estrela Desejada

Average rating / 5. Contagem de Votos:

Que pena que não foi útil, vamos melhorar. Obrigado

Ajude-nos a melhorar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here