Michel Temer entrega medalha de mérito ao diretor da Medicina ABC

Atual secretário de Estado da Saúde de São Paulo e diretor-geral da Faculdade de Medicina do ABC, Dr. David Everson Uip receberá amanhã (27 de fevereiro 2018), diretamente das mãos do Presidente da República Michel Temer, a Medalha de Mérito Oswaldo Cruz, Categoria Ouro,

“em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à saúde pública brasileira”.

A solenidade de imposição das insígnias da Ordem será às 15h, no Palácio do Planalto.

A Medalha de Mérito Oswaldo Cruz foi criada em 31 de julho de 1970, a partir do decreto n° 66.988. A honraria é destina a

“galardoar pessoas nacionais e estrangeiras que, no campo das atividades científicas, educacionais, culturais e administrativas relacionadas com a higiene e a saúde pública em geral, se hajam distinguido de forma notável ou relevante, e tenham contribuído, direta ou indiretamente, para o bem-estar físico e mental da coletividade brasileira”.

A outorga é feita por decreto do Presidente da República, mediante proposta do Ministério da Saúde.

Como características, a medalha traz na face frontal a efígie de Oswaldo Cruz, gravada em relevo, rodeada da inscrição do nome e dos anos de seu nascimento e falecimento: 1872-1917.

No reverso está a fachada do Instituto Oswaldo Cruz, com a inscrição da República Federativa do Brasil e do Benemerentium Premium.VIDA DEDICADA À SAÚDE Secretário estadual desde setembro de 2013, Dr. David Uip concluiu o curso de Medicina pela segunda turma da Faculdade de Medicina do ABC, em 1975.

Possui mestrado e doutorado em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade de São Paulo. É professor livre-docente da Faculdade de Medicina da USP e professor titular na FMABC desde 2001.Uip foi diretor-executivo do Instituto do Coração (InCor) do HC-FMUSP de 2003 a 2008 e diretor-presidente da Fundação Zerbini entre 2007 e 2008.

Também dirigiu por 10 anos a Casa da Aids, na capital paulista, e coordenou projetos de prevenção à transmissão vertical do HIV e de biossegurança nos hospitais nacionais de Angola, na África.

FEBRE AMARELA NO ABC

Em fevereiro de 2009, assumiu o comando do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, maior centro de referência nacional em doenças infectocontagiosas, com quase 140 anos de existência. Sob sua direção, o Emílio Ribas ganhou novo e moderno ambulatório que ampliou em quase 70% a capacidade para consultas médicas eletivas.

Considerado um dos mais conceituados infectologistas do Brasil, o docente foi eleito diretor-geral em 6 de outubro de 2017, pela Congregação Universitária da Faculdade de Medicina do ABC.

A chapa vencedora, que tem como vice o Dr. Fernando Luiz Affonso Fonseca, teve 39 votos, contra três do segundo colocado. Em 18 de janeiro, o Conselho de Curadores da Fundação do ABC deu posse à nova Diretoria da FMABC.

Leia mais sobre o Post de Saúde no ABC

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais