Minhoca será candidato à presidência da Câmara

0
100

Eleito para praticar o primeiro procuração no Legislativo de Santo
André, Jobert Minhoca (PSDB) colocará seu nome na disputa à
presidência da Câmara. O parlamentar, 35 anos, fará secção da
bancada governista, a princípio, composta por 12 integrantes,
que também tem o parlamentar Almir Cicote (PSB) cotado a
concorrer no pleito para comandar a mesa diretora. Minhoca
sustentou que somente retira-se do páreo caso o horizonte prefeito,
Paulo Serra (PSDB), faça essa solicitação. “Unicamente não sou
candidato (à direção da Moradia) se o Paulinho me pedir.”

A eleição ocorrerá no domingo, depois da cerimônia de posse do
prefeito, na própria Câmara. As últimas três eleições da mesa
(José de Araújo, PSD, em 2010, Donizeti Pereira, PV, em 2013, e
patriarca Ronaldo de Castro, PRB, em 2014) foram decididas horas
antes do processo, com reviravoltas às vésperas da data e
surpresa na votação sobre o vencedor. Os votos da bancada de
sustentação, se em conjunto, seriam suficientes para seleccionar o
próximo presidente.

Correligionário do prefeito eleito, Minhoca alegou que,
atualmente, “não existe consenso em torno de um nome”. O
parlamentar tucano afirmou que, em encontro com a cúpula do
horizonte governo, Paulo Serra “deixou à vontade para fazer a
escolha dos integrantes da mesa entre os 12” componentes do
conjunto de situação. “Alguns vereadores têm me procurado, falando
que votaria em mim, se eu me colocar”, disse, sem mencionar
nomes. Dentro desta composição, com Minhoca na posto de
presidente, o PPS, também com renque de dois representantes
novatos, segundo informação de bastidores, poderia entrar porquê
vice.

Vereador por dois mandatos, Paulo Serra defendeu que a decisão
sobre o nome para a composição “é questão da Moradia”, mas cita
não ter escoltado discussão dentro do PSDB. Segundo o tucano,
não possuirá interferência do Executivo. 

Minhoca será candidato à presidência da Câmara
Avalie esta notícia