Moradores votam para construção de CRAS na praça Maria Mariano

Prefeitura promove votação e moradores do Sítio dos Vianas optam por construção de CRAS
Crédito: Alex Cavanha/PSA
Neste sábado (16), a Prefeitura de Santo André realizou uma consulta pública para decidir o futuro da praça Maria Mariano, localizada no bairro Sítio dos Vianas. Os moradores da região deveriam escolher se o imóvel que ficou por anos abandonado no local seria demolido ou reformado para abrigar um CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) e um centro comunitário.A votação ocorreu das 10h às 13h, por meio de cédulas, e a apuração aconteceu logo após o fechamento das urnas. Do total de 289 pessoas que votaram, 269 (93%) optaram pela proposta de reforma do imóvel e instalação do centro comunitário e do CRAS. Houve 15 votos pela demolição do prédio, e o restante de brancos e nulos.Além disso, toda a praça Maria Mariano passará por obras de modernização. O processo da consulta pública foi feito de maneira transparente, marca da atual administração. Foram distribuídos panfletos para os moradores, realizadas reuniões e divulgação pelas redes sociais.“Nossa gestão segue priorizando ouvir a nossa gente na busca pelas melhores soluções para Santo André. De maneira inédita, fizemos uma votação popular para definir o futuro da Praça Maria Mariano, no Sítio dos Vianas. A estrutura estava abandonada havia oito anos. Agora, vamos viabilizar a implantação de um CRAS para atender à comunidade, de acordo com o voto da maioria dos moradores do bairro. A participação popular é fundamental para construirmos a Santo André que queremos para o futuro”, destacou o prefeito Paulo Serra.O novo CRAS vai beneficiar diretamente os moradores do bairro, porque a região é hoje atendida pelo CRAS Vila Luzita, unidade distante e que já possui um grande volume de atendimentos. A criação do centro comunitário vai possibilitar que os munícipes tenham acesso a diversas atividades de educação, cultura, lazer e esportes. A estrutura do prédio está em boas condições para a instalação do CRAS e do centro comunitário. Os reparos necessários são na parte elétrica, portas e fiação.“É muito importante ouvir os próprios moradores, para saber o real desejo da comunidade e proporcionar o direito de voz e participação na construção do projeto que melhor atenderá a necessidade da região”, afirmou o secretário de Cidadania e Assistência Social, Marcelo Delsir.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais