Mutirão atende a consultas de vascular

Mutirão atende a consultas de vascular
Avalie esta notícia

Pacientes da rede pública de Ribeirão Pires, que aguardam pelo
menos desde 2013 por atendimento com o técnico em cirurgia
vascular, estão passando por mutirão de consultas desde o
início de maio. Na lista de espera constavam 3.000 pessoas. Nos
primeiros 1.000 contatos feitos para o convocação, 280 foram
localizadas e, desse totalidade, 200 foram consultadas. “Muitas que
aguardavam buscaram outro lugar para resolver o problema ou
podem até ter falecido. Vamos continuar ligando para aqueles
que aguardam há um, dois anos e, por último, os que estão na
fileira há meses”, explicou o cirurgião vascular Vanderley da
Silva Paula, que voluntariamente participa da ação. Ele projeta
que, em 45 dias, toda a demanda deve ser atendida.

O trabalho consiste em triagem dos pacientes, que são separados
em grupos, de consonância com a avaliação. A partir da identificação
de problema vascular, é feito o encaminhamento à rede municipal
ou aos serviços de referência, para casos de subida complicação
que exigem tratamento e até mesmo cirurgia.

Segundo o médico, dos 200 pacientes atendidos, inferior de 40%
tem doença vascular, mas uma situação chamou a atenção. “A
maior segmento em que foram relatadas dores nos membros
inferiores, por exemplo, está associada a quadros de sobrepeso
e/ou obesidade”, contou. “Demos sugestão à Secretaria de Saúde
de ação de tratamento da obesidade, que envolva exercícios e
atendimento multiprofissional, para dar qualidade de vida à
população.” Entre os diagnosticados com problemas vasculares,
não há registro de casos de subida complicação.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here