O coadjuvante sempre foi o ator principal

192

Inegável que a cidade de Rio Grande da Serra enfrenta graves
problemas financeiros, com queda expressiva na arrecadação e
reflexos em serviços essenciais para população.
 

Mas, nem tudo são espinhos na jornada do município rumo ao
desenvolvimento. Projetos desenvolvidos ao longo dos últimos
anos pelo prefeito Gabriel Maranhão (PSDB) rendem frutos e
podem vislumbrar um horizonte de conquistas.
 

A menor cidade do Grande ABC, com a menor arrecadação entre as
vizinhas, ainda deve demorar a oferecer grande serviço público,
mas caminha a passos largos para isso.
 

Nos últimos dias, a população que reside em bairros da secção
baixa da cidade, porquê dizem os populares, começa a sentir os
reflexos de uma obra importante, o início da pavimentação da
avenida José Bello, ligação importante com a região meão. A
obra, dando sequência ao programa de pavimentação do PAC 2, irá
contribuir para o desenvolvimento daquela região, assim porquê
fez, com a parcela da sociedade que reside e possui comércios
por onde passa a avenida Guilherme Pinto Monteiro, ligação
entre o Meio e a cidade de Ribeirão Pires.
 

Os projetos entregues por Rio Grande garantiu ao município ser
o único das sete cidades da região a obter verbas federais do
projecto de mobilidade, sinal simples da competência na formulação
de projetos, ao contrário de Ribeirão Pires, que até hoje não
recebeu um centavo do programa, e pelo visto, tomará da goleada
da cidade vizinha.
 

Nos bastidores da política, é recorrente a idéia de que o
sucesso do coadjuvante, na verdade, é pelo vestimenta dele sempre ter
sido o ator principal. Nunca Rio Grande da Serra obteve tantos
investimentos em tão pouco tempo, a listar: pavimentação da
Estrada do Rio Pequeno, Parque Linear, Upa, Meio Educacional,
Teatro Municipal e pavimentações em bairros afastados.
 

Mas, ainda existe muito que fazer, é preciso indicar os
problemas e cobrar soluções, mas reconhecer o que está sendo
feito da forma correta.

O coadjuvante sempre foi o ator principal
Avalie esta notícia