Operação Fluidez em Cruzamentos
4.3 86.25% 64 voto[s]

Medida tem a expectativa esperada de Reduzir 50% (cinquenta porcento) de tempo do motorista no transito, nos já conhecidos horários de pico, estes pontos escolhidos, os agentes da CET estão considerando obviamente um situação perfeita onde em trânsito normal, sem nenhum acidentes, carros quebrados ou qualquer outra situação fora do controle.

Operação Fluidez em Cruzamentos

A Prefeitura Municipal de Santo André aderiu a alguns outros cruzamentos do município na pouco conhecida Operação Fluidez, que visa realizar um reordenamento de forma que o tráfego de veículos via cones (amarelos, vermelhos ou marrons) adicionado a ação efetiva dos (marronzinhos) (ATDET) Agentes de Trânsito do Departamento de Engenharia de Tráfego (DET) nas horas mais deficitárias da cidade. Os temidos Horários de Pico. Tanto os do período matutino (manhã) e vespertino (noite).

Operação Fluidez - Santo André

O Departamento de Engenharia de Tráfego fez uma analise e estudos elaborados do perímetro centro central e algumas posições estratégicas de Santo André e verificou (O Óbvio Centro – Bairro para tudo) a necessidade de extensão da Operação Operação Fluidez em (03) três pontos estratégicos:

  1. no cruzamento da avenida Dom Pedro II com a rua Catequese,
  2. avenida dos Estados com a rua dos Alpes e
  3. avenida Itamarati com travessa Aracaré.

(Falando a verdade, só perguntar para qualquer motorista que passe por qualquer um desses pontos nos últimos 10 anos, saberia dessa necessidade.)

Redução de 50% no Tempo*

O Procedimento tem a intenção de ajudar a diminuir em até 50% (cinquenta porcento) o montante de tempo que o motorista gasta *nestes pontos, Obviamente que, sempre levando em considerando processos normais como: situações de trânsito, sem acidentes ou veículos quebrados.

AV Dom Pedro II com Rua Catequese

Departamento de Engenharia de Tráfego (DET) com a intenção de melhorar o deslocamento de automóveis, ônibus, caminhões, caminhonetes e motocicletas no cruzamento da Avenida Dom Pedro II com a Rua Catequese (em Frente ao Burger King), o Departamento de Engenharia de Tráfego (DET) introduziu-se a desenvolver o encerramento mesmo que limitado a operação do Retorno e Acesso para a Avenida XV de Novembro (em Frente a loja de automóveis AUDI) sob o Viaduto Acisa, para o motoristas que se destina  no sentido ao Centro da cidade.

O parâmetro é empregado em dias de semana como de Segunda-feira a Sexta-feira-feira, normalmente começa das 6h30 às 9h da manhã e das 17h às 20h, e espera melhorar a fluidez no tráfego neste local, no interseção das duas vias. Principalmente no horário de Entrada e Saída Escolar.

Poucas são as opções do Motorista à este Retorno mas serão o acesso para a rua Catequese, rua Padre Manoel da Nóbrega, e retornando na Rua das Bandeiras (perto da Rua das Figueiras, onde fica a Padaria Brasileira do Bairro Jardim) até a Avenida Dom Pedro II. Vão ser penduradas e colocadas faixas informativas( deus sabe quando), também banners e até alguns cavaletes com as indicações dos caminhos alternativos nestes horários.

Avenida dos Estados

O pilo de carro amador que dirige normalmente seu veiculo de passeio para ir ao trabalho ou para passear que trafega pela Avenida dos Estados, perto para o cruzamento com a Rua dos Alpes, irá se deparar a implantação de nova sinalização na faixa de conversão à esquerda para a Avenida dos Estados no sentido de quem vai ao Centro da cidade. O Apurado com o Departamento de Engenharia de Tráfego (DET), tem aqui um problema grave, que é previsto por lei e é proibido, mas acontece muito. Este ponto tem o problema de Formação de Fila Dupla!

Objetivo: Fluxo melhor por todo o entorno e reeducação do Piloto amador de carro de passeio normalmente brasileiro, que quer ganhar tempo, cortando a fila.

Pela avenida Itamarati com a travessa Aracaré haverá também nova sinalização na faixa de conversão à esquerda da via no sentido Centro pelo viaduto Adib Chammas. O DET realiza ainda em todos estes endereços a readequação do tempo semafórico com ajustes de sincronismo e no tempo de abertura destes equipamentos.

Operação Fluidez - Santo André

Operação Fluidez: GUINCHOS

A Operação Fluidez, tem suas cartas na manga, não só coisas amparares estão sendo desenvolvidas, o pessoal da DET, sabe que com brasileiro não se brinca. Eles sabem ser espertos. Por isso, a atitude da Operação Fluidez não é só conversa e cones. Ela tem também:

  • Apoio de Guinchos que dão suporte em casos de chamados de urgência e
  • com a Central de Monitoramento de Trânsito (CMT), que atua com sistema independente de semáforos sincronizados e inteligentes que trabalham em tempo real e monitoram cruzamentos na cidade.

Sistema que é um pouco inteligente e faz uma contagem básica de carros e também mede o fluxo pela velocidade do tráfego com alguma interação para ajustes sem ação humana ou seja automáticos nos tempos dos faróis de sinalização. Todas as medições são realizadas com câmeras e também os laços que são detectores físicos e até os virtuais, todos tem seu controle via esta *moderna e centralizada central.

As equipes do Departamento de Engenharia de Tráfego (DET) tem sua divisão feita em dois (02) turnos, Turno da Manhã e o Turno da Noite, para isso tem o destaque de 29 (vinte e nove agentes) agentes em 17 (dezessete) viaturas oficiais e tem o suporte ainda de toda a estrutura de logística que é contemplada a utilização de 80 (oitenta) cavaletes (madeiras amarelas que os Amarelinhos usam nas ruas) e 70 (setenta) cones de trânsito.

As principais vias e corredores de trânsito da cidade são contemplados nesta operação, destacando para os eixos da avenida Ramiro Colleoni, rua Venezuela, avenida Prefeito Justino Paixão, rua Álvares de Azevedo, Praça Engenheiro Roldão dos Santos Ferreira viaduto Ângelo Gaiarsa, rua Coronel Alfredo Fláquer, rua Elisa Fláquer, rua Delfim Moreira, avenida Portugal e o eixo Perimetral.