Paço de Santo André apresenta propostas na terça

0
190

A Prefeitura de Santo André, por meio da SATrans, fará nesta
terça-feira, às 10h, a sinceridade de envelopes com propostas de
empresas interessadas em realizar estudo sobre o sistema de
transporte coletivo do município. Anunciada pelo prefeito Paulo
Serra (PSDB) durante o processo eleitoral do ano pretérito, a
medida tem uma vez que objetivo reavaliar as necessidades do sistema
de coletivos, incluindo análises sobre itinerários e
propagação da demanda de usuários.

Visto dentro do Paço uma vez que oportunidade para sanar a defasagem
de linhas municipais e aprimorar o sistema de transporte
público, o processo, com dispêndio estimado em R$ 1,4 milhão, é o
primeiro passo do Poder Executivo para que o edital voltado à
concessão do sistema de coletivos da região da Vila Luzita seja
disposto na rua.

Isso porque, a vencedora do torneio permanecerá responsável pela
elaboração de projeto básico e proposta de viabilidade
econômico-financeira para a subconcessão do sistema de
transporte do bairro, o mais populoso de Santo André. O
documento é item obrigatório para que o Paço inicie a seleção
de empresa que irá assumir a operação de ônibus da área pelos
próximos dez anos.

Ainda sem previsão para que o todo torneio seja encerrado, o
processo também deve ser o primeiro passo para avanços em
outros modais da cidade. Conforme antecipado pelo Diário, após
finalizado, o estudo será utilizado uma vez que base para possíveis
mudanças em itinerários de linhas que circulam próximo à antiga
Estação Pirelli da CPTM (Companhia Paulista de Trens
Metropolitanos).

Atualmente, a Prefeitura está em negociação com o governo
estadual para que uma PPP (Parceria Público-Privada) viabilize
a reabertura da estação ferroviária.

Desativada desde 2006, a paragem poderá voltar a funcionar com
suporte financeiro de empresas privadas de grande porte
instaladas no entorno do vetusto terminal, localizado no bairro
Homero Thon.

PROCESSO
Segundo a administração, até o momento, uma das empresas
interessadas na elaboração do estudo técnico de avaliação dos
serviços de transporte coletivo da cidade já foi inabilitada.
Trata-se da Logit Engenharia Consultiva Ltda que, segundo o
Paço, apresentou “documento de habilitação jurídica em
desconformidade com o exigido no edital”.

Segundo a gestão andreense, a partir da sinceridade das propostas
técnicas, a SATrans, responsável pelo processo, agilizará as
análises, publicando classificação dos resultados e marcando os
próximos passos de tratado com prazos exigidos em lei.

Em entrevista concedida ao Diário em março, o prefeito Paulo
Serra declarou o libido de que o processo seja finalizado até o
termo deste ano para que ações de melhorias no sistema, incluindo
a concessão de linhas da Vila Luzita, fossem efetivadas em
limitado prazo.  

Paço de Santo André apresenta propostas na terça
Avalie esta notícia