Paulinho adota caminhão e faz cinco horas de trajectória

0
53

A dois dias do segundo vez da eleição, o candidato à
Prefeitura de Santo André pelo PSDB, Paulinho Serra, retomou a
fórmula do caminhão de som nesta reta final de campanha e
realizou cinco horas de trajectória na cidade, circulando das 14h
às 19h ao iniciar pelo Jardim Alvorada e fechar a atividade
no Núcleo. No totalidade, foram 20 bairros. A medida será repetida
hoje, véspera do pleito, começando na Vila Palmares, região do
vice na placa e vereador Luiz Zacarias (PTB). O tucano aposta
em sentimento de mudança do eleitorado para confirmar
posicionamento da período inicial e chegar à vitória contra o
atual prefeito Carlos Grana (PT).

“Há grande receptividade. As pessoas querem mudança, um resgate
do sentimento de esperança. Santo André desde a época do Celso
Daniel (prefeito, morto em 2002) não via empolgação com a
política, e hoje está acreditando no novo. O PT traiu muita
gente, vendendo teoria que não se concretizou, da concepção de
trabalhar pelos menos favorecidos, baseando-se na ética. O
governo Dilma (Rousseff, PT) acabou por materializar essa
derrocada. Na esfera municipal, em 2012, (com Grana) também se
vendeu fórmula que não teve aplicação, contribuindo para essa
desilusão”, pontuou.

O tucano obteve 35,85% dos votos no primeiro vez contra
20,28% do adversário petista. Paulinho considerou que o cenário
desfavorável ao petismo se apresenta hoje em todas as classes
sociais. “A votação do Aécio (Neves, PSDB, à Presidência) no
segundo vez, em 2014, já foi sinal. A Dilma conseguiu
aprofundar o clima de crise”, disse, ao referir que pretende
implantar, caso eleito, marca do planejamento. “A nossa
proposta estará voltada ao desenvolvimento, com obras, água na
torneira e gestão.” 

Paulinho adota caminhão e faz cinco horas de trajectória
Avalie esta notícia