Paulo Serra assume Sucursal de Desenvolvimento Econômico do ABC

0
155

Paulo Serra e Joaquim Celso Freire

Crédito: divulgação

O prefeito de Santo André, Paulo Serra, assinou a ata de posse
uma vez que presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do
Grande ABC para o procuração 2017/2019. A cerimônia foi realizada
na manhã desta quinta-feira (27), no Consórcio Intermunicipal
do Grande ABC, em Santo André. Porquê vice-presidente assume o
professor reitor Marcos Bassi. Participaram da solenidade mais
de 120 convidados, entre autoridades, representantes da
iniciativa privada e instituições de diversos segmentos.

Em seu exposição de posse, Serra destacou que o repto desta
gestão será marcar a Novidade Agência de Desenvolvimento e Inovação
do Grande ABC com ações que valorizem o potencial das setes
cidades da região, principalmente em termos tecnológicos,
culturais e produtivos.

Serra ressaltou ainda a importância do trabalho integrado entre
os municípios e que envolvam a sociedade social, gestores
públicos e iniciativa privada. “A novidade Agência trabalhará para
atrair novos parceiros, penetrará as portas para novos sócios e
investidores e conduzirá todos os processos dando transparência
às suas ações”. Uma das propostas para captação de recursos
será também, de concordância com a estratégia do novo protótipo, passar
a prestar serviços de ordem técnica e tecnológica para o setor
público e iniciativa privada.

Entre as primeiras medidas para o planejamento do atual
procuração, o novo presidente citou o projeto de implantação do
Parque Tecnológico de Santo André e que também será elemento
âncora para a consolidação do Polo Tecnológico do ABC.

“Juntos, temos maiores e melhores condições de pensar
alternativas e estratégias para alcançar metas de prolongamento.
Ganhamos mais peso nos debates políticos estaduais e nacionais,
para reivindicar investimentos e base para nossas cidades”,
disse.

De concordância com Serra, as ações iniciais incluem a reorganização
societária com o objetivo de ampliar e modernizar a atuação da
instituição. “Leste planejamento passa por se reinventar, já que
a instituição sofreu desgaste da sua estrutura e não acompanha
mais a velocidade das mudanças dos tempos atuais”, explicou.

O novo presidente afirmou ainda que, apesar de o momento ser de
crise, é também de muita expectativa para atrair e trazer novos
parceiros. “Estou muito satisfeito com as representações que vi
cá hoje, é quase 100% da força produtiva de toda a região. Se
com esta força não conseguirmos fazer um bom trabalho, ninguém
o fará. Vamos fabricar metas e traçar planos uma vez que fazemos na
Prefeitura”, destacou.

O novo presidente ressaltou ainda que conta com a ajuda das
cidades para fabricar um banco de dados atualizado. “Faz secção da
atuação de um órgão regional ter informações que possam ser
base das ações”, disse.

No pronunciamento de início, o professor Joaquim Celso
Freire, presidente no biênio 2015/2017 disse que estar à frente
da instituição foi uma experiência enriquecedora. “Esta
instituição precisa de mudanças, agora estamos em uma novidade período
e com a manutenção das universidades representadas, o passo
inicial está fortalecido em procura do rumo que foi perdido”,
completou Freire.

A mesa solene foi composta também pelo vice-presidente de São
Caetano do Sul, Beto Vidoski; O prefeito de Rio Grande da
Serra, Gabriel Maranhão; o prefeito de Ribeirão Pires, Adler
Kiko Teixeira; o professor Joaquim Celso Freire. O vice Marcos
Bassi não compareceu ao evento em razão de sua participação em
um simpósio internacional, no México.

Sobre a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC

A Agência foi fundada em 27 de outubro de 1998 uma vez que instituição
estratégica para o prolongamento regional das sete cidades.
Constituída sob a forma de sociedade social de recta privado,
sem fins lucrativos, tem capital compartilhado entre o setor
privado – que detém 51% de participação das cotas associativas;
e o setor público – que compreende as sete prefeituras,
representadas pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC, com 49%
das cotas de associados.

Com a participação de representantes da iniciativa privada e
poder público, a Agência tem uma vez que missão pensar e promover
soluções integradas. Nesse sentido, atua para que a região
tenha cada vez mais visibilidade no cenário vernáculo, seja
competitiva, moderna e empreendedora com qualidade de vida para
todos.

Paulo Serra assume Sucursal de Desenvolvimento Econômico do ABC
Avalie esta notícia
Compartilhar