Pedrinho Botaro conquista Procuradoria da Mulher para a Câmara Municipal

Pedrinho Botaro conquista Procuradoria da Mulher para a Câmara Municipal :

Pedrinho Botaro conquista Procuradoria da Mulher para a Câmara Municipal

[ad_1]

Data: 30/04/2021 09:12
/ Autor: Redação
/ Fonte: Assessoria

Vereador Pedrinho Botaro

Crédito: Divulgação

Em sessão realizada na tarde de ontem (29/04), a Câmara Municipal de Santo André aprovou de forma definitiva o Projeto de Resolução elaborado pelo Presidente da Casa, Vereador Pedrinho Botaro, que cria a Procuradoria Especial da Mulher na Câmara Municipal de Santo André. O texto da resolução menciona que o órgão será independente, formado por Procuradoras Vereadoras, contando com todo o suporte técnico e estrutura da Câmara.  Para o Presidente Pedrinho Botaro, essa é uma das conquistas mais significativas de sua gestão frente ao Legislativo andreense.  

“Desde o início do meu primeiro mandato, ainda em 2017, busco fazer parte de todas as pautas que abordam o tema violência, principalmente a violência contra as mulheres. Infelizmente essa situação ainda é recorrente em nosso país, por isso quando fui eleito presidente da Casa pensei de imediato na criação desse projeto; sem dúvida a sua aprovação é uma das conquistas mais significativas da minha gestão e uma vitória de todas as mulheres”, disse.  

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara será composta por uma Procuradora Especial e duas Procuradoras Adjuntas, que serão designadas pelo Presidente a cada dois anos. Entre as atribuições da Procuradoria estão receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violências e discriminação contra a mulher; além de fiscalizar e acompanhar a execução de programas do Governo Municipal, que visem à promoção da igualdade de gênero, assim como a implantação de campanhas educativas e antidiscriminatórias no âmbito Municipal.  

“Espero que a Procuradoria Especial da Mulher seja mais uma ferramenta na luta contra a violência em nossa cidade; e que aqui todas as mulheres vítimas desse mal se sintam verdadeiramente acolhidas, encontrando todo o suporte necessário”, finalizou.

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies