Percentagem desclassifica todas as participantes de licitação

0
171

 Comissão julgadora responsável por averiguar propostas de
empresas participantes de processo licitatório para elaboração
de estudo técnico sobre os serviços de transporte público
coletivo municipal de Santo André e de projeto básico e
proposta de viabilidade econômico-financeira relacionada ao
sistema de transporte da Vila Luzita determinou ontem, em aviso
publicado nos Atos Oficiais, a desclassificação de todas as
interessadas que concorriam ao torneio.

A decisão, que teve porquê base as propostas comerciais
apresentadas pelas concorrentes na segunda-feira, levou em
consideração o não atendimento de critérios exigidos durante a
licitação.

Segundo a SATrans, autonomia responsável pelo transporte
municipal da cidade, “as empresas licitantes não atenderam o
item 8 do edital, pois apresentaram inconsistências nas
propostas de preços”.

As empresas ainda têm prazo permitido de cinco dias úteis, a descrever
da data de publicação da decisão, para que sejam apresentados
recurso administrativo e contrarrazões, caso necessário. Em
nota, o Paço afirma que esperará o prazo para verificar “a
melhor medida a ser tomada”.

A decisão, no entanto, coloca em risco o porvir dos serviços de
transporte coletivo prestados na região da Vila Luzita,
atualmente operada pela Suzantur de maneira precária.

Sem previsão para conclusão do torneio, o sistema corre o risco
de apinhar problemas operacionais similares ao da Área 5,
responsável por ônibus intermunicipais do Grande ABC, que
operam sem contrato, mas sim porquê permissionária, da mesma
forma que ocorre hoje com a Suzantur, em Santo André.

Percentagem desclassifica todas as participantes de licitação
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here