Pirelli amplia produção de pneus agrícolas para sete dias na semana

0
156

A operário de pneus Pirelli ampliou a jornada de trabalho em
sua fábrica de Santo André. A partir de agora, a risco de
produção de pneumáticos para tratores irá operar
ininterruptamente, por sete dias por semana, em vez de seis.

“Ratificamos o compromisso com Santo André com o aumento, a
partir de hoje (ontem), da produção de pneus agrícolas de seis
para sete dias da semana”, informa a empresa, em nota.

De contrato com o presidente do Sindicato dos Borracheiros da
Grande São Paulo, que atende o Grande ABC, Marcio Ferreira, a
alteração foi motivada pelo aumento da demanda por esses pneus,
impulsionada pela troca de motorização dos tratores em atuação
hoje no País. Além disso, a ampliação da produção agrícola
também tem gerado mais pedidos.

Na vegetal andreense são confeccionados pneumáticos agrícolas
(60% da produção) e pesados (40%). E, segundo Ferreira, apesar
da ampliação dos modelos para os tratores, o setor de caminhões
ainda sofre com a crise e tem baixa demanda, o que eleva o
estoque na unidade, que hoje emprega tapume de 1.700
funcionários.

MUDANÇA DE NOME – Até o término do ano, a frontispício
da empresa no bairro Homero Thon irá mudar de nome para
Prometeon Tyre Group, novidade denominação do grupo Pirelli
Industrial. Assim, as cores vermelha e amarela responsabilidadeão ceder
espaço à combinação de azul e branco usada no logo da empresa
pertencente à ChemChina (China National Chemical Corporation) –
conglomerado chinês que adquiriu a Pirelli em 2015 por 7,1
bilhões de euros e passou a ser acionista majoritária da
centenária italiana, quinta maior operário de pneus no mundo.

A companhia esclarece que os pneumáticos para caminhões,
ônibus, tratores e máquinas de construção e mineração,
produzidos pela TP Industrial – empresa que fabrica e
comercializa esses modelos e responde ao grupo Prometeon –
continuarão a manter a marca Pirelli nos produtos.

A operário também possui unidades em Campinas (Interno),
Feira de Santana (Bahia) e Gravataí (Rio Grande do Sul), onde
são produzidos pneus para carros de passeio, motocicletas e de
subida performance – modelos mais baixos, voltados para
automóveis de luxo. De contrato com a empresa, esses itens
seguirão sendo fabricados e comercializados pela Pirelli.
 

Pirelli amplia produção de pneus agrícolas para sete dias na semana
Avalie esta notícia