PMs envolvidos em caso de morte de jovem são afastados

PMs envolvidos em caso de morte de jovem são afastados
Avalie esta notícia

A PM (Polícia Militar) confirmou, por meio de nota, que os policiais envolvidos na ocorrência que provocou a morte do adolescente Luan Gabriel Nogueira, 14 anos, em Santo André, no último fim de semana, estão afastados das atividades operacionais. O jovem foi enterrado ontem, no Cemitério do Curuçá.
“Todos os casos de morte decorrente de oposição à intervenção policial são rigorosamente investigados por meio de inquérito policial e a participação das respectivas corregedorias e comandos da região, das equipes do IML e do IC (Instituto de Criminalística), além do Ministério Público”, informou a SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado, em nota.

A PM também informou que os fatos estão sendo apurados no inquérito policial militar instaurado pelo 10º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar) e acompanhado pela corregedoria.
A vítima passava por viela no Parque João Ramalho, a caminho de mercearia, quando foi atingido por um tiro na cabeça. A investigação vai apurar se o disparo partiu de policiais que perseguiam indivíduos responsáveis pelo furto de duas motocicletas no Pátio Municipal de Santo André. Um dos policiais assumiu ter efetuado três disparos com uma pistola ponto 40 em direção ao grupo de jovens reunidos em uma viela.
O inquérito policial foi instaurado no 2º DP (Camilópolis). Conforme o delegado responsável pelo caso, Georges Amauri Lopes, a coleta de depoimentos deve começar ainda hoje. “São dois PMs (policiais militares) diretamente envolvidos. Pedi a cópia de todo o procedimento administrativo e também a gravação do que eles falaram via rádio no momento da ocorrência. Primeiro vamos ouvir a família e outras testemunhas para depois confrontar com o depoimento dos policiais”, afirmou. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here