Prefeitura e Semasa assinam contrato inédito com cooperativas de reciclagem

3fda969615ea09865f63d05884a05fd6.jpeg

Objetivo é fortalecer o trabalho das entidades e intensificar os índices de reaproveitamento de material
Crédito: Ricardo Trida/PSA
A Prefeitura de Santo André, por meio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), estabeleceu nesta quarta-feira (20) um marco onde as cooperativas de reciclagem do município – Coopcicla e Cidade Limpa – passam a atuar por meio de um contrato que regulamenta e oficializa sua operação na cidade. A assinatura do acordo ocorreu pela manhã, no Aterro Sanitário, com a presença do prefeito Paulo Serra, além do superintendente do Semasa, Ajan Marques de Oliveira e de representantes das duas cooperativas.O contrato estabelece direitos e deveres entre as duas partes com base na Política Nacional de Resíduos Sólidos. A principal novidade é que, a partir de agora, a Coopcicla e a Cidade Limpa serão recompensadas pelo município pelo seu desempenho, tendo o pagamento de um bônus de R$ 45,12 para cada tonelada de resíduo reciclável que deixar de ser aterrado. “O valor é o mesmo que o Semasa já paga para a Peralta, empreiteira que faz a disposição de resíduos no Aterro. Para receber o bônus, as cooperativas deverão estar em dia com suas obrigações sociais e fiscais, além de manter a manutenção da sua operação em dia”, explicou o superintendente da autarquia, Ajan Marques de Oliveira. “Além ainda de terem metas a cumprir em volume de reciclagem, 300 toneladas por mês de resíduos reciclados por cooperativa, e percentual de rejeitos, que não deve ser superior a 30% do volume triado”.Para o prefeito Paulo Serra, a iniciativa é essencial do ponto de vista jurídico, social e ambiental. “Por meio de ações como estas, queremos resgatar o pioneirismo de Santo André como cidade sinônimo de boas práticas ambientais e de sustentabilidade. Acreditamos no trabalho das cooperativas”.Novo turno – Outra novidade é que as duas entidades passarão a atuar em dois turnos de trabalho, das 6h às 14h e das 14h às 22h. Até então, o horário de trabalho era o comercial. Essa ampliação, que será implantada em 60 dias, possibilitará a geração de mais vagas para cooperados, promovendo mais trabalho e renda para catadores. A estimativa do Semasa é ampliar o número de postos para mais 80, com ganho médio de R$ 1.100 por mês. Atualmente, cerca de 80 cooperados trabalham nas duas cooperativas.José Batista de Lucena, mais conhecido como Dedé, diretor de operações da Cidade Limpa elogiou a ação e pediu o auxílio da população para a correta separação dos resíduos. “Esse contrato nos dá segurança para continuarmos no trabalho que já possuímos experiência. Para que possamos crescer ainda mais, a cidade precisa continuar separando o lixo seco e úmido cada vez melhor. Somente assim conseguiremos diminuir o nosso índice de rejeito”, comentou.Para possibilitar a criação do segundo turno de trabalho, com a implantação do trabalho noturno na Central de Triagem de Resíduos Recicláveis – Cidade São Jorge, o Semasa reformou os equipamentos utilizados pelas cooperativas e melhorou os sistemas de iluminação e segurança, interna e externa.O contrato será válido por um ano, sendo possível renová-lo por até 60 meses. Atualmente o índice de reciclagem de Santo André está em 12% e com todos os investimentos e os novos termos, a expectativa do Semasa é ampliar o percentual para 20% meados de 2018”, acrescentou o superintendente, Ajan Marques de Oliveira.Futuro – Em 2018, o Semasa pretende ainda formalizar contrato com uma terceira cooperativa de reciclagem, que atuará no 2º Subdistrito. Com aumento no volume de resíduos reciclados, a autarquia também espera ampliar a vida útil do Aterro Sanitário, hoje, único espaço público no ABC, e que recebe 100% dos resíduos gerados em Santo André. Neste ano, o Aterro recebeu a maior nota de sua história, de 9,6, dada pela Cetesb, dando ao local o título de melhor aterro público da Região Metropolitana de São Paulo.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais